Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Os argumentos previsíveis

por Henrique Burnay, em 13.12.06
Segundo as notícias que chegam de Teerão, Ahmadinejad tabriu a alma e explicou que:
"Tal como a União Soviética desapareceu, também o regime Sionista desaparecerá e a humanidade será libertada"; "Graças a Deus, a curva de vida do regime Sionista está em declínio. Esta é uma promessa divina e a vontade das nações do mundo"; "Os apoiantes do regime Sionista deviam ter consciência que o seu tempo de vida vai terminar, e que os seus interesses vão ser postos em perigo"; "O regime Sionista está a usar o holocausto como propaganda com o objectivo de dominar a região"; "Se a verdade do holocausto for excluída, as raízes e causas dos problemas e crimes na região do Médio Oriente acabarão". 

Mas, claro este rapaz não é perigo nenhum para ninguém. Perigosos são os israelitas e os americanos. Esses sim, são um perigo. Este diz estas coisas só para provocar. Não faz mal.

E agora, mais sério. Há qualquer coisa de bizarro no comportamento de Ahmadinejad. Como se provar a sua perigosidade fosse lógico, como se o Irão estivesse a cumprir a sua parte de um argumento que só pode terminar com a impossibilidade de Teerão ter armas nucleares. Seja como tiver de ser.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De DLM a 13.12.2006 às 22:26

É bom de ver de braço dado e unidos no verbo as saudades das waffen-ss, a esquerda tonta, e o fascismo islamico. Aumenta sempre a nossa confiança na humanidade

Comentar post