Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




As águas estão a baixar lentamente

por Vítor Cunha, em 27.11.06
«Em Reguengo do Alviela diminuiu o sobressalto e as águas baixam»

A notícia é de hoje (12h04, SIC/N), mas já a ouvi cerca de 575 vezes ao longo da última década. Ainda percebo que quem vive em Veneza esteja disponível para umas cheias periódicas. Mas em Reguengo do Alviela? O que fará um mortal escolher as cheias do Ribatejo?
Pode ser o amor à terra e a certeza de que há um destino para cumprir. Se virmos bem, no fundo, no fundo, é esse o drama da Direita portuguesa: há a convicção de que há muitos destinos para cumprir e um horror ao desconhecido - e daí a opção por Alviela e não por Veneza. Voltarei ao tema, mas agora tenho que ir tirar as galochas e comprar coentros para a sobremesa.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Imagem de perfil

De Laura Abreu Cravo a 27.11.2006 às 13:31

Porque é que eu tenho a sensação que a graçola dos coentros tem alguma coisa a ver comigo?
Imagem de perfil

De Vítor Cunha a 27.11.2006 às 15:41

Não era uma graçola, mas, confesso, a menina inspira-me.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 23.11.2007 às 09:36

Amigo, para a próxima venha até ao Reguengo do Alviela e verá que é um pouco diferente viver em Veneza e viver no Reguengo! Quanto às noticias, convido-o a mudar de canal! Sempre que estão a dar as noticias na SIC, TVI e RTP, mude para a RTP2... só vê quem quer!

Comentar post