Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A Carteira Agradece

por Tiago Geraldo, em 29.12.06

O argumento liberal contra o cartão único parece-me literariamente impressivo mas muito pouco consistente. O João Miranda (que por acaso também é liberal) fez questão de explicar em parágrafos sintéticos e higienicamente numerados as razões que me levam a não levantar objecções de maior contra o quadrado de plástico que se diz vir aí disposto a roubar a nossa privacidade e a dar a conhecer ao Mundo que andamos a ler o Marquês de Sade.
O único argumento a que poderia ser sensível e que me parecia susceptível de causar alarme social caiu por terra: este desvario totalitário do Governo teve o bom senso de chamar à coisa C.C. (Cartão do Cidadão) e não C.U. como inicialmente estava previsto.
Depois, e se é de liberdade que estamos a falar, pensem no terrível constrangimento orçamental que é comprar carteiras capazes de acolher o cartão de eleitor, o B.I., o cartão de contribuinte, o cartão de segurança social e outras enormidades. Bem vistas as coisas, a nossa carteira agradece. E isso, como diria o maradona (ou, em alternativa, a Fátima Campos Ferreira), é o que mais interessa.

Autoria e outros dados (tags, etc)