Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Tranquilo, tranquilo, está tudo calmo.

por Henrique Burnay, em 07.05.08


O país vai ter um chefe das polícias na dependência do primeiro-ministro. Este, ao menos, era contra os francesismos.

Num país com um vago apreço pelo conceito de Liberdade a criatura, que não devia existir, ao menos seria sujeita a um rigoroso interrogatório parlamentar antes de ser nomeada. Mas isso implica o pressuposto.

Autoria e outros dados (tags, etc)