Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




é absolutamente extraordinário (há que vincar a surpresa) que, perante a subida do preço do petróleo e a constatação de que a dependência energética do "ouro negro" pode condicionar seriamente o nosso futuro, continuemos a ignorar a necessária discussão acerca do Nuclear. Ou será que pensam que é com "moinhos" que resolvemos o problema?

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De h - V&P a 29.05.2008 às 11:35

Mais que uma vez fiz a pergunta no meu mal frequentado blogue: porque razão é proibido discutir o nuclear em Portugal?
Sem imagem de perfil

De M a 29.05.2008 às 12:33

Obviamente os moínhos não resolvem de todo o problema.
Quanto ao nuclear de cisão , pondere-se uma só uma só vertente: armazenamento de resíduos radioactivos por 10.000 anos e eternamente venenosos.
Quem paga e quem garante a segurança?
Imagem de perfil

De Rui Castro a 29.05.2008 às 12:42

Caro M, é essa e muitas outras questões que têm de ser discutidas, de forma a aferir da viabilidade do nuclear.
Sem imagem de perfil

De Almeida a 29.05.2008 às 13:12

Já pensaram que existem ainda outras fontes para além do nuclear que podemos explorar em território português? O nuclear parece-me um pouco absurdo tendo em conta a dimensão e recursos do nosso país. Daqui a uns tempos talvez possamos pensar nisso mas até lá existem energias alternativas que podem ser exploradas com sucesso e que podem resolver o "problema".
Imagem de perfil

De António de Almeida a 29.05.2008 às 14:04

Ninguém tomou qualquer decisão sobre energia nuclear, eu tenho defendido a sua discussão, neste momento não sei se seria a favor ou contra tal opção, mas discuti-la será matéria tabú? para muitos parece que sim!
Sem imagem de perfil

De Gonçalo a 29.05.2008 às 15:29

A Noruega anda a pagar, com o dinheiro do petróleo, uns quantos milhares de moinhos, porque quando o ouro negro ficar ao preço do branco o vento continua a soprar...
Plantem uns panéis solares no alentejo, afundem as gravuras nas cavernas com barragens e arranjem mais umas ventoínhas para ver se Portugal levanta vôo mas não me parece necessário ir ao nuclear.
Sem imagem de perfil

De David Silva a 29.05.2008 às 15:48

Mas, porque não discutem aqui? Ou na Atlântico? E nos órgãos de comunicação onde colaboram? Discutam a questão. Façam em vez de comentarem.

Por outro lado, a ausência de discussão actual talvez seja resultado de reflexões anteriores.

Por muito caro que esteja o petróleo (não por escassez mas pelo adorado funcionamento do mercado), prefiro isso ao perigo do nuclear. Mais: o recurso ao nuclear deveria estar sujeito a regras como os rios internacionais - até me arrepio quando penso que os espanhóis colocam as centrais junto à nossa fronteira.
Sem imagem de perfil

De h - V&P a 29.05.2008 às 17:44

Daniel Silva, pessoalmente não tenho posição firme sobre o Nuclear! Daqui que desde há muito que gostava que existisse uma discussão séria, com gente séria! Mormente, se existem riscos acrescidos de instalar em Portugal, quando existe em Badajoz! E, honestamente, excepto há quinze /vinte anos que deram uns cartazes a meia duzia de pessoas para protestarem, não recordo um momento que o País tenha pensado a questão! O que é uma pena...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 01.06.2008 às 20:07

É de facto muito curioso que se pense que um país como a França é formado maioritariamente por energúmenos dispostos a condenar à morte a maioria da sua população; com efeito neste país a maioria da energia produzida e ali (e noutros locais como p.ex Portugal) consumida, é de produção nuclear.

Comentar post