Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




a propósito da qualidade do nosso ensino público

por Rodrigo Moita de Deus, em 16.06.08

Enganou namorado, pais e irmão

 

Uma menina fez-se de grávida durante uns meses. O namorado não deu por nada. Ou o namorado está a mentir e é grave, ou o namorado está a falar verdade e é ainda mais grave.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Martita a 16.06.2008 às 18:27

Eu cá acho que o namorado também devia ser ouvido com mais pormenor pela PJ.
Levar uma punição compatível com a insensibilidade e a burrice que o assolam
Imagem de perfil

De António de Almeida a 16.06.2008 às 18:43

-Terá dito ao namorado que sexo apenas depois do casamento? E se assim foi, saberá o rapaz alguma coisa sobre a reprodução, ou não deram essa parte nas aulas de educação sexual? Talvez ainda acredite que os bébés vêm de França no bico da cegonha...
Sem imagem de perfil

De Daniela Major a 16.06.2008 às 20:42

Educação sexual, António? Não viram foi os morangos com Açucar!
Imagem de perfil

De António Vilarigues a 16.06.2008 às 19:19

Obrigado, fez-me rir a bom rir.
E recordar que em 1994 foi necessário numa acção de formação do programa Aprendizagem chamar médicos ligados à Abraço. Em 400 alunos e alunas, só uma (verdade) sabia o que era o período fértil da mulher!!! Mesmo uma mãe (com 20 anos) sabia que engravidava ou não apenas por tomar ou não a pílula. Estou a falar de Lisboa...
O meu melhor aluno a informática, o único a que dei 20 em programação, defendia que o homem só podia ter relações de 48 em 48 horas (para descansar...).
Nota final: fiquei a admirar as médicas. Que cara de pau. Eu à primeira deste género saí da sala de aula para não me desmanchar. E elas aguentaram duas semanas...
Sem imagem de perfil

De Saci a 16.06.2008 às 20:41

Por acaso isso foi a primeira coisa que me passou pela cabeça.
Sem imagem de perfil

De João a 16.06.2008 às 23:01

"(...) o menino, que nasceu Sandro Gabriel e depois, nas mãos de Simone, passou a chamar-se Márcio Júnior" - Isto é que é grave. Sandro Gabriel? Márcio Júnior?
Sem imagem de perfil

De al kantara a 17.06.2008 às 09:07

Estamos a falar da qualidade do ensino público ou da inexistência pura e simples de educação sexual na escola (e na família também) ? Já agora, como é que vamos de educação sexual nas escolas privadas (assim tipo "Planalto" e "Mira-Rio") ? Já conseguirão pronunciar a palavra "sexo" sem grande esforço ?...
Sem imagem de perfil

De Pedro Sá a 17.06.2008 às 09:34

Ora, o Márcio deve ser de tal forma ignorante que acha que é mau as grávidas terem sexo seja em que altura da gravidez for...ou então caiu que nem um patinho na história do quisto.
Imagem de perfil

De blogdaping a 17.06.2008 às 16:08

A verdade é que há pessoal que pensa que homosexual, é um detergente para lavar o sexo !!!!

E esta heeeemmmmm !!!

É o que dá a educação judaico-cristã cá da nossa terrinha....
O que não tiver culpas que atire a 1ª pedra !!
Sem imagem de perfil

De Alex a 21.06.2008 às 02:19

A ignorância é um bichinho tão feio! Não teriam sexo porque "pode fazer mal ao bebé"... eh, pá isso até eu posso perceber... mas como é que se namora, vive ou convive com alguém que está grávida e não se faz sequer uma festita na barriguita??? Xiça... Já parece quase a outra a quem o médico perguntou se estava grávida e a resposta foi não... para o médico retorquir de seguida se fazia então ideia do que era aquilo que estava a sair por entre as pernas!
Educação Sexual??? Hum... a maioria deve pensar que educação sexual é falar de e ensinar a fazer sexo! ou coisa assim parecida!
No final da escolaridade obrigatória já todos estudaram os aparelhos reprodutores e a reprodução numa das disciplinas curriculares (ciências da natureza)... e estudaram algumas das IST ou DST (como preferirem) mas... bem, a verdade é que muitos continuam a zero! HIV/SIDA?! Há dias perguntei a um jovem de 24 anos se alguma vez tinha feito o teste: "Não, eu sei bem com quem f...!". Perguntei então se usava preservativo: "eh só usei uma vez!". Perguntei como poderia ter a certeza que não tinha HIV, uma vez que já teve várias parceiras e tinha muitas relações do tipo one night stand na sua lista: "Ah, sei que não tenho porque conheço bem os sintomas da doença!"!!!! Ok, pronto, pensei eu... E agora?! Pois... bem... quer dizer... lá tive que engendrar uma forma delicada de lhe mostrar a sua ignorância e disponibilizar informação fidedigna... Aqui entre nós? Hum... mesmo com informação procedente do Ministério da Saúde e outras fontes segurissímas... acho que o jovem não ficou convencido que a coisa é séria!
E assim vai o mundo... de mal a pior! Como observadora atenta do que se passa em meu redor, não me surpreendem notícias como esta! Surpreendo-me, isso sim, quando encontro alguém com 21 anos e conhecimentos sólidos acerca de sexualidade e afins...
Sem imagem de perfil

De Alex a 21.06.2008 às 02:27

Pois... eu conheço uma (a dias de completar 18 anos, e que já "treinou" o como se fazem os bebés) que depois de ver um documentário onde pode ver um parto passo a passo (assim do tipo clarinho como a água, mais explicito não pode haver...) inquiriu: "Mas afinal por onde é que sai mesmo o bebé?"
Ai...!

Comentar post