Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




e de repente, dei por mim a pensar nisto

por Rodrigo Moita de Deus, em 08.07.08

Diana Andringa é Michael Moore à portuguesa.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De mussuléu a 08.07.2008 às 12:53

Devia ir para a sua terra onde o eduardinho e sua trupe a esperam para ir à praia.
Sem imagem de perfil

De Impensavel a 08.07.2008 às 14:16

o importante é isto:

A todos os que gostam de Lisboa. Leiam, e se acharem bem assinem.

Da autoria de Frederico Valsassina e Manuel Aires Mateus, este enorme edifício entre o Largo do Rato, Rua Alexandre Herculano e Rua do Salitre, teve agora luz verde dada pela autarquia lisboeta aos projectos de especialidade. Composto por 7 pisos acima do solo e 5 de estacionamento, com fachadas entre os 19 e os 22 metros , 10.000 metros quadrados em gaveto com apartamentos T0 e T2, trata-se de uma construção que pela volumetria rebenta totalmente com a escala do Largo.

O projecto a construir prepara-se para descaracterizar definitivamente esta zona lisboeta e onde para servir tais propósitos o novo prédio obrigará à demolição de alguns imóveis, nomeadamente a centenária Associação Escolar de São Mamede e o Chafariz do Largo do Rato. Já a Sinagoga de Lisboa ficará quase tapada. Esther Mucznik, vice-presidente da comunidade judaica, evoca o cenário um dia discutido quando Jorge Sampaio presidia à Câmara: rasgar um jardim em direcção ao Rato , de modo a abrir a Sinagoga à cidade. Um sonho que passou "Agora estamos encurralados. Mais ficaremos"...

Peço a todos que leiam e reencaminhem esta mensagem:
http://lesmamorta.blogspot.com/2008/02/fotomontagem-expresso-respeitando-as.html
E assinem a petição:
http://www.petitiononline.com/lgrato/petition.html
Se nada fizermos isto irá mesmo para a frente!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.07.2008 às 16:21

A Andringa é como o Michael Moore: só diz mentiras, não é Rodrigo? Eu acho que devia aqui denunciar as mentiras dela. Ou isso, ou continuar a fazer assassinatos de carácter. Como o Rodrigo se sentir mais à vontade.

Pedro
Sem imagem de perfil

De Deus (o outro) a 08.07.2008 às 17:25

Pedro, Pedro, Pedro...quanta animosidade e preconceito. Só carácteres pequeninos se deixam assassinar numa única frase.


Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.07.2008 às 12:24

Deus, é o chamado toca e foje. Não mata, mas incomoda.

Pedro

Comentar post