Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




o ilusionista

por Rui Castro, em 11.07.08

Quem pensava que Sócrates estava acabado, pode desfazer as malas e voltar a arregaçar as mangas. O debate de ontem foi revelador: Sócrates tudo fará para se manter no lugar, ainda que, para o efeito, tenha de recorrer ao que de pior existe na política. Por um lado, depois de constatar que à direita não ganha mais votos e de que à esquerda o eleitorado foge a olhos vistos, Sócrates Chavizou-se, virando-se contra o lucro e o grande capital. São disso exemplo a taxa excepcional que decidiu aplicar ao lucro das petrolíferas, beneficiando do sentimento generalizado de menos simpatia relativamente àquelas, e, bem assim, contra os Bancos - quem tiver lido os jornais de hoje, sabe do que estou a falar. A razão parece-me simples. Ferreira Leite, gostando-se ou não, pisou-lhe os calos e constitui uma ameaça séria ao 2.º mandato de Sócrates. A demonstração do que afirmo está, desde logo, na defesa que Alegre veio fazer de Sócrates perante a divulgação do relatório da SEDES. É, pois, óbvio, que o PREC começou. Validade: 1 ano. A seguir, tudo regressará à normalidade, qualquer que seja o resultado das eleições.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Imagem de perfil

De caodeguarda a 11.07.2008 às 10:00

Essa da Ferreira Leite lhe ter pisado os calos é a gozar, não? a sr.ª quando abre a boca ou entra mosca ou sai asneira... melhor seria que contratasse um bom consultor de imagem para lhe preparar os discursos e as respostas... a sr.ª está igual a ela mesma, ou seja uma pobreza de espírito total, sem nada de novo e sem se mostrar como alternativa...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.07.2008 às 14:51

E o Paulo Rangel? Tanto que pediu os estudos sobre a alta velocidade, para depois se recusar a recebê-los em mão... Ao vivo e a cores na RTP 2, SIC Notícias, Canal Parlamento,...
Em que ficamos? Não quer tomar conhecimento deles através de meios de disponibilização pública e também não quer recebê-los em mão! Deve então querer conhcê-los depois de devidamente fantasiados pelos "fazedores de opinião", jornalistas (des)isentos ou 31s intelectualmente (des)honestos!
Sem imagem de perfil

De Doe, J a 11.07.2008 às 23:16

"E o Paulo Rangel? Tanto que pediu os estudos sobre a alta velocidade, para depois se recusar a recebê-los em mão..."

Mas afinal os estudos em que o Querido Líder se baseia para anunciar o TGV, com todas aquelas espantosas e imprescindíveis vantagens para a humanidade são os de 2003/2004 para 5 linhas que pouco ou nada coincidiam com as linhas de agora? É a mesma coisa ter uma linha prevista para Alguidares de Baixo ou para Penicos de Cima?

Nada mudou de 2003/4 para 2008? Nem taxas de juro, preços de combustíveis, previsões de tráfego ou fluxos turísticos? O que servia para 5 linhas em 2004 também serve para 1 ou 2 em 2008?

Será que o Querido Líder finalmente lá resolveu poupar nos consultores e agora anda a reciclar estudos ?

Então porque não entregar ao Paulo Rangel um estudo sobre o Shinkazen japonês, o AVE espanhol ou o Eurostar Franco-Britânico? Afinal não é tudo a mesma coisa desde que tenha carris e ande depressa?
Imagem de perfil

De CésarP a 16.07.2008 às 01:56

broas Rui Castro
muito boa prosa concordo em quase tudo. esse tipo de ilusionismo não é só praticado pelo anfitrião do governo mas sim por todos ou quase todos os políticos neste país têm todos a mesma escola

cumprimentos

Comentar post