Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




estado da nação

por Rui Castro, em 17.07.08

No programa do governo pode ler-se: “Os atrasos dos pagamentos em transacções comerciais foram identificados pela Comissão Europeia como uma das maiores barreiras ao crescimento das empresas, em particular das de menor dimensão. Portugal exibe aqui uma forte desvantagem competitiva.” Em tal documento, refere-se que o prazo médio de pagamento efectivo é de 132 dias em Portugal. Diz-se ainda que um dos principais objectivos do Governo nesta matéria passava por “ diminuir os atrasos nos pagamentos comerciais”. Pois bem, em Maio de 2007, a situação era ainda pior, encontrando-se Portugal no fim da lista de todos os países da UE, com um prazo médio de pagamento na ordem dos 152 dias. Imagino que Sócrates também se tenha esquecido de mais este pormenor quando afirmou na sua última entrevista à RTP que Portugal está hoje melhor do que estava em 2005.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Pedro a 17.07.2008 às 14:58

E quando os próprios organismos públicos demoram meses a pagar serviços que sempre precisam de datas e prazos rigorosos?...

Comentar post