Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




CDS

por Rui Castro, em 29.07.08

O ambiente que se vive no CDS de Setúbal é o mesmo que se vai vivendo em muitas outras concelhias por esse país fora. Estou em crer, porém, que o combate se faz dentro do partido, tentando convencer uns e outros (mais liberais ou mais conservadores) que este não é o caminho. Apesar da realidade nos últimos anos parecer demonstrar o contrário, a verdade é que o CDS é muito mais do que a actual direcção, personificada em Paulo Portas. Basta conhecer a sua história e ler o seu programa. É certo que a tentação controleira de quem actualmente dirige o CDS, porventura a preparar a sucessão em 2009, contribui para o agravamento do que tem vindo a ocorrer nestes últimos anos - um partido estável internamente, sem verdadeira oposição, mas com uma cada vez menor representação eleitoral - , mas não desonera quem ainda se encontra no CDS de tentar devolver alguma seriedade ao único partido que em Abril de 1976 teve a coragem de dizer não ao socialismo da constituição da república.

Autoria e outros dados (tags, etc)