Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]







O professor Barata Moura, que é suposto ser alfabetizado e saber contar (pelo menos até dez, são os dedos dos meus pés, lembram-se?), acaba de dizer no Prós e Contras para os emigrantes – na Rtpi é assim, dois dias depois – que estamos a voltar ao modelo de emprego do século XIX. À mesma exploração, ao mesmo abuso. Lentamente, com “palavras de veludo”. E falou até da Revolução de Outubro, não percebi a que propósito, mas pareceu-me meio saudosista.

Alguém tem a caridade de enviar um livrinho de Dickens ao cavalheiro? Umas pinturas do começo do século? Uns dados estatísticos? Um pão como refeição?

Alguém tem a caridade de acabar com esta lengalenga de que os pobres estão mais pobres e mais miseráveis e o mundo é cada vez pior? Talvez uma semaninha a lavrar a terra com as mãos lhe servisse de lição. Chispa, que esta gente ou não sabe o que a realidade é, ou sabe mas não se incomoda com detalhes.

Quase a propósito: Hans Rosling explica, nas Ted Talks, como o Mundo está melhor.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De ... a 11.01.2007 às 23:47

«Instrução aos mais capazes, lugar aos mais competentes, trabalho a todos, eis o essencial».
Sem imagem de perfil

De ... a 14.01.2007 às 12:50

Viva este admiravel mundo novo!
Viva o cartão de crédito. Ui que agora somos tão felizes porque temos um só para nos endividarmos sozinhos e tudo...
Viva a perda de identidade e soberania....
Viva o sobrepor do dinheiro sobre as pessoas...
Viva a futilidade...
Viva as auto-estradas e os tubos de escape doas carros...
Viva as grandes cidades...

Morte ás aldeias e ás vilas tradicionais...
Morte á enchada e ao trabalho no campo que isso só faz mal

Comentar post