Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Qualem de invenio, talem te judico

por Jacinto Bettencourt, em 19.01.07

«[...] Correia de Campos mostrou-se também «orgulhoso» pela sua decisão de não instaurar um inquérito ao socorro a um acidentado em Odemira, onde um homem demorou sete horas a chegar ao hospital, acabando por falecer.

"Estou convencido, com base nas informações que me foram prestadas pelos serviços envolvidos na operação de socorro, apoiadas em pareceres de especialistas na área, de que foram tomadas as medidas mais adequadas", disse».

Duas duas uma: ou as informações e os pareceres a que Sua Excelência o Ministro teve acesso correspondem, afinal, ao que seria obtido num inquérito - caso em que se pode afirmar que existiu um inquérito, embora informal, não havendo, assim, qualquer motivo para se sentir «orgulhoso» -, ou Sua Excelência o Ministro baseou-se num "diz que disse" e em fontes que não seriam normalmente consultadas - caso em que o mesmo terá que ser posto na rua, por incompetência ou, porventura, abuso de poder.

Em situações destas, com este resultado, e estando em causa a vida de pessoas, a qualidade de serviços públicos e a confiança dos cidadãos, «orgulhosos» só mesmo os parvos!

Autoria e outros dados (tags, etc)