Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Obrigado Rodrigo

por Pedro Marques Lopes, em 24.01.07

Não consigo agradecer suficientemente ao Rodrigo as lições que, gratuitamente, me tem dado nas últimas horas. Apesar de nunca ter organizado comícios e de não estar nos meus horizontes organizar, imprimi e guardei o seu inestimável documento porque nunca se sabe o que a vida nos reserva. Gostei, particularmente, da parte dos meninos que levam as bandeiras dos outros partidos. Não percebi bem, neste caso, quem é que leva a bandeira de quem, mas isso deve ser por ser otário. Percebo, isso bem, que quem está durante muito tempo num partido – passando os vários escalões que, pelos vistos, vão de estagiário a feiticeiro – possa começar a pensar que a politica passa apenas pela lógica partidária e tenha dificuldade em perceber que as pessoas possam ter convicções fora desta lógica.

A microscópica bandeirinha que agito é a dos meus valores e convicções. Não faço ideia se alguém se vai aproveitar dela – seria muita pretensão minha, julgar que sim – porém, se esse for o preço a pagar para ajudar, por muito pouco que seja, a que ganhe o sim no próximo referendo, estou disposto a pagá-lo.

 

P.S. Rodrigo, mais uma vez obrigado pela publicação de alguns dos meus traços, devo, porém, fazer algumas correcções: não sou, nem anti-touradas, nem anti- benfiquista e não conheço o CAA.

  

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 24.01.2007 às 22:19

É bonito ver um jovem jacobino tão convicto dos seus disparates.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 25.01.2007 às 01:17

o Gabriel Alves da blogosfera , também conhecido por CAA , não concorda que se espete uma bandarilha no cachaço de um touro de 4 anos, mas acha bem, distinto, moderno, libertador e liberal que se mate um feto até às 10 semanas. Diz que é uma espécie de convicção. Aceito. Daquela cabeça pode-se esperar tudo e o seu contrário. Uma cabeça jacobina é uma cabeça avariada.
Mas que outros rapazes mais lidos, mais sensatos, menos ignorantes, embarquem nessa cantiga, já causa maior pasmo. Diz que é uma espécie de parvoíce .

[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

o Gabriel Alves da blogosfera , também conhecido por CAA , não concorda que se espete uma bandarilha no cachaço de um touro de 4 anos, mas acha bem, distinto, moderno, libertador e liberal que se mate um feto até às 10 semanas. Diz que é uma espécie de convicção. Aceito. Daquela cabeça pode-se esperar tudo e o seu contrário. Uma cabeça jacobina é uma cabeça avariada. <BR>Mas que outros rapazes mais lidos, mais sensatos, menos ignorantes, embarquem nessa cantiga, já causa maior pasmo. Diz que é uma espécie de parvoíce . <BR><BR><BR class=incorrect name="incorrect" <a>bustopher</A> jones
Sem imagem de perfil

De Tiago Mendes a 25.01.2007 às 01:42

Deixe lá, Pedro, há coisas que nunca hão-de mudar na nossa santa terrinha.

http://logicamente-sim.blogspot.com/2007/01/clubite-e-agendas.html

Sem imagem de perfil

De lipemarujo a 25.01.2007 às 09:37

Muito bem.

Comentar post