Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Aviso

por Paulo Pinto Mascarenhas, em 06.02.07

TV Bloco

Não critiquem os Gato Fedorento porque eles estão acima da crítica. De qualquer crítica que não seja escrita por eles, é claro. Não podem ser criticados porque esganiçam logo aqui d' el rei que estou a ser censurado. É engraçado como um grupo de humoristas tão geniais que criticam tão mordazmente tanta gente - e tão bem, reconheça-se - expondo muita gente ao ridículo mais atroz - estão no seu papel, acrescente-se - se dão a este triste papel de falarem em censura ou tentativa de censura apenas porque alguém se lembra de os criticar.

Aquele choramingar de que um deles enviou um sms a Herman José a dizer que só agora compreendiam o que ele tinha passado, essa então, é para guardar na gaveta das piadas desperdiçadas. Lembre-se que o programa de Herman José foi retirado do ar na RTP por um motivo completamente estapafúrdio (e, para mim, não há nenhum motivo aceitável para se censurar seja o que for). Porque estava a fazer uma série de retratos cómicos de figuras históricas, entre as quais se contava a rainha "Santa" Isabel. Os Gato Fedorento foram criticados por mim e por algumas outras poucas minorias de telespectadores que ajudaram a que a audiência deles atingisse o milhão de espectadores no último domingo. E foram criticados porquê? Porque em plena campanha eleitoral quiseram ridicularizar os argumentos de um dos lados em confronto no referendo ao aborto.

Não foi só o Prof. Marcelo que foi brindado com a caricatura dos Gato, foram todos aqueles que entendem que o "Não" é a verdadeira despenalização e que o Sim representa o aborto livre até às 10 semanas, condenando todas as mulheres que o façam nem que seja um dia depois. Claro que esta é a minha opinião, falível, como outra qualquer. Mas é apenas uma crítica, nunca apelando ou sugerindo qualquer tipo de censura. Bem pelo contrário. 

Recentremos a questão, como diriam os senhores do Prós&Contras de ontem. Não sei o que outros disseram sobre a caricatura de Salazar - alguma desonestidade intelectual de Ricardo Araújo Pereira na confusão entre o que é inconfundível - ou mesmo sobre o episódio da TV Bloco. Eu limitei-me a escrever que achava genial a caricatura que tinham feito de Marcelo e que esperava agora pela caricatura do vídeo de resposta de Louçã, o que teria certamente também imensa graça e demonstraria pluralismo democrático - ou seja, que os Gato não estavam a tomar partido por nenhum dos lados neste próximo referendo. Fui desde logo mimoseado com os mais diversos ataques, certamente de fãs maioritários de RAP.

A verdade é que os Gato estão ainda hoje e todos os dias a fazer campanha por uma das partes. Essa campanha serve aliás de orgulhosa bandeira no principal blogue do Sim e está entre outros vídeos de campanha do sítio do Bloco de Esquerda. Os outros vídeos são partidários, mas não têm obviamente um décimo da graça ou do efeito pretendido. Os Gato podem fazer-se de vítimas de uma censura que ninguém lhes quer fazer - talvez seja mais um modo esperto de subirem nas audiências ou de promoverem o Sim no próximo referendo. Mas a esperteza é saloia e até ligeiramente salazarenta.


PS. Claro que Ricardo Araújo Pereira pode dizer que não me conhece de lado nenhum, como disse ao 24Horas. Pode, mas estará a faltar à verdade se o repetir em relação ao Rodrigo Moita de Deus, bastando ler os comentários de Zé Diogo Quintela a este poste para o saber.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De i'm back a 06.02.2007 às 17:40

O que é extraordinário é como a piada do Gato Fedorento acabou no seu auge: ou seja, quando fizeram uma imitação perfeita do troca tintas do Marcelo Rebelo de Sousa na defesa do Não ao Aborto....

É assim como uma espécie de "caso das caricaturas de Maomé" à portuguesa....

Diana

Sem imagem de perfil

De ardinario a 06.02.2007 às 17:46

Era uma vez um rapaz que descobriu uma nova banda. Essa banda ainda não tinha nenhum single lançado, nem tão pouco um conjunto de canções suficiente para compor um álbum . Mas o rapaz ouviu as duas únicas músicas do grupo, considerou-as excelentes e previu logo ali, perante aquele potencial, um grande futuro para a banda.
O rapaz foi acompanhando o evoluir da banda. Surgiu outra música, belíssima. E mais outra, e outra. O rapaz começou a divlugar a banda pelo seu círculo de amigos, agora que tinha a certeza do brilhantismo da banda. Não obteve grande feedback...
Finalmente, meses mais tarde, a banda consegui gravar o seu primeiro álbum . Foi um sucesso. Depois veio o grande teste do segundo álbum . Um sucesso ainda maior. A banda começou a encher estádios por onde quer que passasse. Eram agora conhecidos em todo o mundo. Seguiram-se mais 5 álbuns , quase todos muito bons. Eram agora consideradas uma das maiores bandas de sempre .
O rapaz sentia-se orgulhoso de os ter descoberto, mas não o conseguia comunicar ao mundo. Jão não era "a sua banda"... O seu amor à banda era partilhado por milhares, milhões. Não era a mesma coisa...
Então, o rapaz notou um acorde mal tocado num concerto e começou a falar mal da banda.
Sem imagem de perfil

De Ricardo Duarte a 06.02.2007 às 17:47

Não se percebe bem este fait-divers até porque parece obvio que ninguém é a favor de qualquer tipo de censura.

A imitação foi linda. O texto foi obviamente a ridicularizar a opinião de Marcelo Rebelo de Sousa. Contra factos…

Acho que o publico estava habituado a um RAP não interventivo politicamente nos seus sketchs. Pelos vistos esse não é o objectivo. Teremos de nos habituar a uma nova realidade. Ele tem o direito de, usando o humor, fazer intervenção politica. Pensávamos que não faria. Mas faz. OK, estranho foi só a primeira vez, depois a malta habitua-se.
Sem imagem de perfil

De Daniel Marques Pinto a 06.02.2007 às 17:47

Reafirme-se: A caricatura feita pelos GF é dirigida a Marcelo Rebelo de Sousa, seu modo de intervenção na campanha e curioso argumentário. Uma caricatura de Francisco Louçã seria um pastiche deja vu, não muito longínquo do tratamento que tal persona já recebeu do personagem Francisco Trostskã. Que raio de proposta mais sem humor caro PPM! Vê-se logo que não se trata de vontade de mandar umas gargalhadas mas sim precaver efeitos eleitorais, ou então querer ser convencido que o GF é um eunuco político, o que já logrou o V. Exª provar que não acontece.

Se a sua proposta é censura, não acredito, mas é censurável na medida em que proprõe um momento de humor já visto.
Sem imagem de perfil

De Paulo Alves a 06.02.2007 às 17:52

E MAIS DESENVOLVIMENTO SE clicarem na hiperligação ao Carambas ...(aceitando um cross-selling do catano !)
Imagem de perfil

De Tiago Geraldo a 06.02.2007 às 18:05

No programa de Domingo acusaram excessivamente o toque, mas não me parece que sobre eles tenham recaído apenas «críticas».
O problema é esse mimo chamado «desafio aos Gato Fedorento» de parodiarem o Louçã. Nunca percebi nem percebo a lógica desse «desafio» (e se a perceber acho que não vou gostar).
Segundos o barómetro da Organização Mundial de Saúde, o Rodrigo, por exemplo, é um símbolo da blogosfera. Há muita gente que se ri com o que escreve o Rodrigo e que não concorda politicamente com ele. Mas não me lembro de alguém sugerir ao Rodrigo,. depoiz de gozar com o Louçã, que fizesse humor com o Marcelo.
Sem imagem de perfil

De isa a 06.02.2007 às 18:22

eu sou uma das que se ri até à exaustão c o rodrigo como toda a gente que lê este blog sabe. Até nesta questão. o post dele, bem como os links pros comentos, já me fizeram rir com toda esta história. toda a gente tem de levar na cabeça e os Gato n sao excepção. embora discorde do facto: agora têm de fazer humor com o Louçã. Eles, de facto, fazem humor com quem lhes apetece. O facto de estarmos em campanha agrava só um bocadinho a situação, soa a oportunismo. qto a censura, tenham juízo, ninguém vos tirou do ar e além disso usam um espaço público, acho optimo que vos paguem pra nos fazer rir, para "fazer campanha" fora do tempo de antena, isso de facto acho mal. se é que foi campanha, o vídoe do marcelo estava hilariante e a verdade é que o RAP retratou excelentemente a situação que se vive hoje com o Aborto em Portugal. Beijos
Imagem de perfil

De Paulo Pinto Mascarenhas a 06.02.2007 às 19:26

É isso, Isa, concordo consigo. Toda a gente tem de levar na cabeça. E eu concordo que o vídeo é excelente, não tenho dito outra coisa.
Imagem de perfil

De Paulo Pinto Mascarenhas a 06.02.2007 às 19:34

Ai, ai, Tiago, onde é que tu leste esse tal de "desafio"? Conta-me que eu acredito em ti. E qual é o drama de se pedir para gozarem com o Louçã. O pedido até pode não ser aceite mas terá alguma conotação de censura pedir-lhe que o façam? Por razões óbvias eles não podem gozar com ele, mas também há quem possa perguntar porque razão ficam tão abespinhados por se fazer um simples pedido - no caso, nem era pedido, mas apenas que ficava à espera para ver essa piada. Não estou a ver a que desafio te referes nem os pensamentos secretos que possas ter sobre o assunto.
Sem imagem de perfil

De SOU COMUNISTA! a 07.02.2007 às 00:22

Aquela paródia ao Professor foi genial (eu sei que concorda comigo). A paródia ao seu pedido (exigência) do, digamos, contraditório foi boa e não vejo ali qualquer excesso de vitimização. Vi, isso sim, um momento inspirado na polémica gerada em torno daquele momento de génio (sátira ao Professor). Não me apercebi que, por parte do Gato, houvesse um sentimento de genuína crença na imposição de censura por parte de quem quer que fosse, simplesmente você pôs-se mesmo ao jeito. Digamos que já teve a sua Espécie de 15 Minutos de Fama.
Sem imagem de perfil

De Ricardo de Abreu Castelo Branco a 15.02.2007 às 21:46

E eles são pelo Não no referendo?
Não.
E o Professor Marcelo é um troca-tintas que se serve de sofismas?
Sim.
E o que é que acontece por causa disso?
Nada
Sem imagem de perfil

De ricardo silva a 15.03.2007 às 03:25

Abaixo os gatos, vivam os cães!
Sem imagem de perfil

De SOU DEMOCRATA a 15.03.2007 às 03:25

Desopila, ó comuna, também és da laia deles!
Sem imagem de perfil

De Já te disse que és um palerma PPM? a 16.02.2007 às 11:44

PALERRRMAAAA!!!!
Sem imagem de perfil

De palerma2 a 19.02.2007 às 11:42

Bem dito
Sem imagem de perfil

De Luísa Amarante a 15.03.2007 às 03:24

Estes dois idiotas cá de cima já andam a sofrer com a perda das audiências dos gatitos bloquentos. Ficaram abaixo da Bela e da Fera ou lá o que é, não foi? tomem lá o leitinho vermelho, meus palermas. já disseram ao rapinho que ele é um tonto?
Sem imagem de perfil

De Janine a 22.05.2007 às 12:34

Olá Luísa!
Cheira-me que você é daquelas senhoras que cehga aos 65 anos solteira, com 10 gatos a passear pela casa coçando a micose, frustrada com o que não teve. Como é que possível ter esse tipo de aversão aos gato-fedorento? É a total ausência de sentido de humor(atenção que não sou fanática dos gato,apesar de gostar muito deles) ! Por isso, tontinha e infeliz deve ser a senhora! Experimente yoga!
Sem imagem de perfil

De MarianaLourenço a 20.02.2007 às 02:28

"porque razão ficam tão abespinhados por se fazer um simples pedido" o quê ??

É preciso não se conhecer nada do Gato Fedorento para se dizer este tipo de coisas...

Só alguém que não faz a mínima ideia do que é o trabalho do grande humorista que é o Ricardo é que o acusa de fazer humor conforme as suas ideias, gostos, aquilo que defende (de não ser imparcial) como o PPM está aqui a fazer...
E mesmo que o Ricardo fosse parcial, não haveria nenhum problema nisso visto que ele não tem nenhum dever de imparcialidade, o Ricardo é um humorista e não um jornalista !
O Ricardo inclusivamente fez um livro (‘O Futebol é isto mesmo ou então é outra coisa completamente diferente‘ ) em que ridiculariza vários aspectos sobre o benfica, e sim ! o Ricardo é benfiquista, e muito !

É o seguinte, respeito a sua opinião, mas penso que não é, de todo, correcto estar a falar daquilo ao qual não se tem conhecimento.
O Gato Fedorento não ridicularizou os argumentos de um dos lados em confronto no referendo ao aborto ! Apenas caracterizou a forma engraçada do professor Marcelo de falar e fez humor com um tema que achou que seria bom para tal ! É o que eu acho... Como o próprio Ricardo diz: " Os limites da comédia não devem ser diferentes dos limites da liberdade de expressão. O olhar humorístico deve poder debruçar-se sobre todos os assuntos sem censura " e que “ O objectivo é que o programa do Gato Fedorento que passa agora na RTP1 seja um comentário acerca dos assuntos mais importantes que se passaram nessa semana”

Há pessoas que pensam que existem assuntos com que não se deve fazer humor, as chamadas 'coisas sérias' mas lá está, se assim fosse não existiria humor, porque cada pessoa tem os seus assuntos sérios, cada pessoa não gosta de ver ser feito humor com determinado assunto : ''É giro ver o telhado cair em cima de uma pessoa, se esse telhado não for o nosso "
E também qual seria a piada de se fazer humor com coisas 'não-sérias' ? Qual seria a piada de se fazer humor com coisas que já são a brincar ?

Penso que deveria reflectir um pouco melhor antes de lançar certo tipo de acusações.
Como o Ricardo, é (e vai ser sempre ) difícil encontrar alguém que faça tão bem humor neste país, na minha opinião neste planeta.

Mariana, 14 anos !
Sem imagem de perfil

De Paula a 13.03.2007 às 10:19

Na mouche Mariana!!!!
Excelentes 14 aninhos.Sabes, a dor de cotovelo diz que dói como o caraças eheheheheheh
Imagem de perfil

De AnaPaulaMachado & MarianaLourenco a 23.03.2007 às 18:21

AHAHAH !

Dor de cotovelo ?

Não percebi !

Mas que dor de cotovelo, Paula ??

De quem é que eu tenho inveja ?

Credo.. xD

Ass: MarianaLourenco
Sem imagem de perfil

De Maria 12 anos a 15.03.2007 às 03:27

Pois cá eu acho que os gatos são uns patetas sem graça nenhuma e apoio o sr. Paulo.

Maria 12 anos
Imagem de perfil

De AnaPaulaMachado & MarianaLourenco a 23.03.2007 às 18:19

Não e' por não se achar graça ao Gato Fedorento que se apoia um crítico que defende que os Humoristas defem ser imparciais .

Que estupidez...

Ass: MarianaLourenco
Sem imagem de perfil

De Catarina Valadas, 12 anos a 01.07.2007 às 13:03

Sim, concordo plenamente (apesar de já terem passado quase 5 meses deste post , mas senti necessidade de me vir aqui pronunciar)! E mais, não é o próprio Marcelo que tem o seu tempo de antena num programa ao Domingo para mostrar as suas preferências ao mundo?! Corrijam-me se estiver enganada!!
E senhor PPM , (e não é por nada mas da primeira vez aconteceu-me o mesmo que à Carlota), por favor procure ver o RAP, na Grande Entrevista (no YouTube ou assim) e vai aprender muitas coisas!
Sim, o humorista não tem que ser imparcial e além disso, 99,9% de mim diz-me que, se os Gatos tivessem satirizado o SIM (apesar de, como o próprio Ricardo diz, o Marcelo não representa o NÃO), já não existiria essa crítica (?, ou não será censura?) de sua parte! Bom, é aquilo em que acredito, e espero, passados 33 anos duma tal revolução de seu nome 25 de Abril, poder expressar a minha opinião!

Ok, deixo escapar, sou uma super fã dos Gato Fedorento!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 06.02.2007 às 19:12

não percebo. li a notícia do DN e não vejo em lado nenhum a referência a qualquer resposta a ti ou ao que tu disseste. é protagonismo que procuras?
Imagem de perfil

De Paulo Pinto Mascarenhas a 06.02.2007 às 19:27

É isso, nada mais, anónimo, ando furiosamente em busca de protagonismo.
Sem imagem de perfil

De Benedita Macedo Olivença a 05.04.2007 às 19:39

E se em vez de te armares em engraçado, que tal dizeres antes ao Anonimo quais são, na noticia dos DN, as referências a qualquer resposta a ti ou ao que tu disseste ???
Sem imagem de perfil

De Isaura Cascais a 09.05.2007 às 01:25

ó benedita, ó filha, vc nã percebeu nada do que aqui se passa, filha. Mais burra do que vc nã há!!!! Abaixo os miaus!
Sem imagem de perfil

De M. Mira a 22.05.2007 às 16:15

Aparentemente...


Imagem de perfil

De Tiago Geraldo a 06.02.2007 às 20:00

Era a este desafio que me referia Paulo:
«Espero aliás poder ver já na próxima semana o mesmo tipo de sátira ao vídeo - ou vídeos - do Dr. Francisco Louçã».
(http://31daarmada.blogs.sapo.pt/237505.html).
Não acho que no teu desejo (uma palavra mais suave) em ver os Gato Fedorento a satirizar o Louçã esteja algum tique censor. Isso não é obviamente censura e o estilo de vitimização excessiva do RAP também me parece escusado (há que ter capacidade de encaixe).
Simplesmente não tenho uma irreprimível vontade de os ver gozar com o Louçã e acho legítimo que possam exprimir opções políticas nos sketches. O importante para mim é que tenham piada. O resto não me interessa particularmente.
Sem imagem de perfil

De isa a 06.02.2007 às 21:14

Tiago, para além de concordar 100% c o q dizes sb o Rodrigo quero dizer te que leio o teu blog, sou gaja, pergunta ao FMS, e não sou brasileira. e sim, ele há coisas que me chocam. bjs
Sem imagem de perfil

De Samanta a 07.02.2007 às 02:44

Após ter lido ambos os blogs,tanto o do Gato Ferdorento como o 31 da Armada e seus respectivos comentários,chego a uma conclusão: Neste país onde os elevados impostos que pagamos são a reforma choruda dos políticos não sei como ainda vão buscar a questão partidária.
Se os Gato Fedorento fizeram uma sátira ao Prof. Marcelo Rebelo de Sousa,ou troca-tintas, pela sua posicão(ou posições) face ao aborto e não a fazerem ao Francisco Louçã é a mesma coisa que questionar-me porque motivo satirizaram Paulo Bento e não Fernando Santos...pensem lá porquê.
Deixem lá os rapazes fazerem o seu ganha pão sossegados...tome juízo e deixe-se dessa mania da perseguição PPM...!
Sem imagem de perfil

De M. Mira a 22.05.2007 às 16:17

estou apaixonado!

Comentar post


Pág. 1/4