Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Aviso

por Paulo Pinto Mascarenhas, em 06.02.07

TV Bloco

Não critiquem os Gato Fedorento porque eles estão acima da crítica. De qualquer crítica que não seja escrita por eles, é claro. Não podem ser criticados porque esganiçam logo aqui d' el rei que estou a ser censurado. É engraçado como um grupo de humoristas tão geniais que criticam tão mordazmente tanta gente - e tão bem, reconheça-se - expondo muita gente ao ridículo mais atroz - estão no seu papel, acrescente-se - se dão a este triste papel de falarem em censura ou tentativa de censura apenas porque alguém se lembra de os criticar.

Aquele choramingar de que um deles enviou um sms a Herman José a dizer que só agora compreendiam o que ele tinha passado, essa então, é para guardar na gaveta das piadas desperdiçadas. Lembre-se que o programa de Herman José foi retirado do ar na RTP por um motivo completamente estapafúrdio (e, para mim, não há nenhum motivo aceitável para se censurar seja o que for). Porque estava a fazer uma série de retratos cómicos de figuras históricas, entre as quais se contava a rainha "Santa" Isabel. Os Gato Fedorento foram criticados por mim e por algumas outras poucas minorias de telespectadores que ajudaram a que a audiência deles atingisse o milhão de espectadores no último domingo. E foram criticados porquê? Porque em plena campanha eleitoral quiseram ridicularizar os argumentos de um dos lados em confronto no referendo ao aborto.

Não foi só o Prof. Marcelo que foi brindado com a caricatura dos Gato, foram todos aqueles que entendem que o "Não" é a verdadeira despenalização e que o Sim representa o aborto livre até às 10 semanas, condenando todas as mulheres que o façam nem que seja um dia depois. Claro que esta é a minha opinião, falível, como outra qualquer. Mas é apenas uma crítica, nunca apelando ou sugerindo qualquer tipo de censura. Bem pelo contrário. 

Recentremos a questão, como diriam os senhores do Prós&Contras de ontem. Não sei o que outros disseram sobre a caricatura de Salazar - alguma desonestidade intelectual de Ricardo Araújo Pereira na confusão entre o que é inconfundível - ou mesmo sobre o episódio da TV Bloco. Eu limitei-me a escrever que achava genial a caricatura que tinham feito de Marcelo e que esperava agora pela caricatura do vídeo de resposta de Louçã, o que teria certamente também imensa graça e demonstraria pluralismo democrático - ou seja, que os Gato não estavam a tomar partido por nenhum dos lados neste próximo referendo. Fui desde logo mimoseado com os mais diversos ataques, certamente de fãs maioritários de RAP.

A verdade é que os Gato estão ainda hoje e todos os dias a fazer campanha por uma das partes. Essa campanha serve aliás de orgulhosa bandeira no principal blogue do Sim e está entre outros vídeos de campanha do sítio do Bloco de Esquerda. Os outros vídeos são partidários, mas não têm obviamente um décimo da graça ou do efeito pretendido. Os Gato podem fazer-se de vítimas de uma censura que ninguém lhes quer fazer - talvez seja mais um modo esperto de subirem nas audiências ou de promoverem o Sim no próximo referendo. Mas a esperteza é saloia e até ligeiramente salazarenta.


PS. Claro que Ricardo Araújo Pereira pode dizer que não me conhece de lado nenhum, como disse ao 24Horas. Pode, mas estará a faltar à verdade se o repetir em relação ao Rodrigo Moita de Deus, bastando ler os comentários de Zé Diogo Quintela a este poste para o saber.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.02.2007 às 03:00

ihihihihih! já levaste uma ensaboadelazita...
Sem imagem de perfil

De Poster a 07.02.2007 às 06:56

Caros, parece que se esquecem que o RAP fez campanha pelo SIM à 8 anos. Ninguem o conhecia. Se hoje é conhecido e mantem as mesmas convicções, que posição queriam que tivesse? Tenham postura.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.02.2007 às 12:19

Oh Paulo cofesse lá que se fosse agora tinha ficado calado!! Perde-se cada oportunidade!!!

(Pro Herman: era só para dizer que aguardo uma nova cor de cabelo que aquela já irrita!)

Alexandra
Imagem de perfil

De venhammaiscinco a 07.02.2007 às 13:36

'Os Gato Fedorento foram criticados por mim e por algumas outras poucas minorias de telespectadores que ajudaram a que a audiência deles atingisse o milhão de espectadores no último domingo.' ?! Desculpe, não percebi... Então eu vi no domingo o 'Diz que é uma espécie de magazine' por sua causa? Aliás, eu só não!, eu e mais 1,541 000 pessoas?! (veja se para a próxima é intelectualmente mais honesto nos nºs - entre 1 milhão e um milhão quinhentos e quarenta e dois mil, vão 542 000 de diferença... e, já agora, 'algumas outras poucas minorias' tb não me soa bem...) Oh homem!, muito obrigada! Uma pessoa tem cada ideia - eu que pensava que tinha visto porque me apeteceu... Disparate! Afinal foi com a ajuda do... ai, espere aí que não sei o seu nome, tenho que ir ver ao blog... já voltei! do Paulo Pinto Mascarenhas (nome bonito, soa bem...)... Fiz copy - paste para não me esquecer... Mas agora tenho um problema: quando for o próximo programa dos Gato, vou ficar muito indecisa - não sei se vejo televisão, se vou para o computar ler o 31 da Armada... a não ser que o Sr. PPM (olha como tb soa bem assim!), e 'algumas outras poucas minorias' (continua a não me soar bem, mas o Sr. PPM é tão eloquente, que o problema deve ser meu), escrevam mais umas coisas para ajudar o pessoal a decidir. Bem hajam! Mafalda
Imagem de perfil

De Paulo Pinto Mascarenhas a 07.02.2007 às 16:07

Venham mais cinco, a iliteracia pode ser curável. Eu explico como se você fosse burro: ajudei enquanto telespectador, fui um dos que viu o programa no domingo. Um dos que votam não, queria dizer. Percebeu ou quer que eu explique por gestos?
Sem imagem de perfil

De O Catraio a 15.02.2007 às 11:22

Nesse caso eu também posso reclamar por ter contribuído para as audiências do programa. E posso exigir uma percentagem infíma do salário deles porque o meu pai paga impostos e eu vejo o programa.
Imagem de perfil

De Paulo Pinto Mascarenhas a 07.02.2007 às 16:03

Está bem, querida Samanta, eu deixo.
Imagem de perfil

De venhammaiscinco a 07.02.2007 às 16:49

Oh PPM!, ficou irritado com o meu comentário?! que pena... não era essa a intenção... E ficou mais furioso ainda quando soube que eu não tinha ido irritar o Ricardo Araújo Pereira?! (a pergunta não é em vão, tenho aprendido muito com o seu constante apelo ao contraditório) Mas, já agora, e uma vez mais, obrigada. Desta vez, por contribuir para curar a minha iliteracia... se não fosse o PPM o que seria de mim?! Mafalda
Sem imagem de perfil

De Maria a 07.02.2007 às 17:45

O que realmente vos incomoda é a excelência intelectual e humoristica das sátiras subtis e ironicas de RAP. Quem se revela mesquinha a este ponto triste e repugnante é certamente insatisfeito consigo próprio.
A inveja arde e faz comixão, fenistil é a vossa soluçao! ;)
Sem imagem de perfil

De bragança a 07.02.2007 às 19:10

entende-se claramente com esta guerrita como vagueia o nosso país. há aqueles que sao inovadores, originais, artistas. há os outros que vão atrás e entende que a crítica destrutiva é a unica forma de afirmação. não sem rompam com o gato fedorento, rompam-se com vocês mesmos e admitam que todos os domingos, as 21.40, la estao voces sentadinhos nos vossos sofas a ver mais um Diz que é uma especie de Magazine.

Oh pa. estes posts neste blog representam o valor dos seus autores. Mas fico sempre com a sensação que ha ai algum apertozinho na garganta. Calem-se, e aprendam !

Um abraço.
Sem imagem de perfil

De Capitão Coragem a 08.02.2007 às 01:42

É de uma irresponsabilidade moral a utilização do vídeo dos gatos como arma por parte do Bloco de Esquerda. Meus amigos é por estas e por outras que eu não voto...
Sem imagem de perfil

De rk a 08.02.2007 às 02:53

Se há aqui alguém parecido com Salazar em algum aspecto é o sr PPM, que pelos vistos é contra a liberdade de expressão. E como se não bastasse, também tem a mania da perseguição! Quanto à campanha feita ou não pelos Gato fedorento, o RAP respondeu-lhe e bem...agora se os seus elementos dão a cara pelo "Sim", não vejo mal nenhum...cada qual tem a sua opinião, e há que saber respeitá-la...

Tenho dito.
Sem imagem de perfil

De EU a 08.02.2007 às 14:55

Mas não serão os Gato livres de expressar a sua opinião num programa feito por eles??

Pensava que neste país ainda havia liberdade de expressão... Ou é esse o próximo passo?

1º decide-se pelas mulheres porque, obviamente, elas coitadinhas não têm cabeça para decidir sobre abortar ou não e, com a despenalização, vamos todas deixar de tomar a pílula e passar a fazer abortos.

De seguida toca a fazer um referendo para proíbir as pessoas de expressar a sua opinião no seu próprio espaço.

Uma Mulher pelo Sim

Comentar post