Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




a solução para Portugal

por Jacinto Bettencourt, em 07.02.07

D. Afonso III criou as primeiras instituições jurídicas sérias do país e gerou o fundador da universidade. O Infante D. Henrique pensou a política externa portuguesa para três séculos, e D. João II lançou os alicerces de um futuro estado moderno. Vieram Castelo Melhor, Ericeira (o 3.º) e Sebastião José, e estrangeirados como Verney ou Cunha. Em plena monarquia liberal, as causas de decadência de Portugal são repensadas e dissecadas por Eça de Queirós, Oliveira Martins e amigos, nas Conferências do Casino.

O que nenhum dos "papalvos" acima referidos compreendeu, é que o progresso de Portugal dependeu, sempre e apenas, da liberalização do aborto. Votem «sim» e verão que Portugal se transforma da noite para o dia. A alegria povoará as ruas, haverá abundância e boa vizinhança. Sucesso garantido, digo-vos. 

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.02.2007 às 12:43

bem visto, jacinto! nenhum destes gajos apoiou o fim do aborto clandestino. orgulhemo-nos de partilhar, sobre esta questão, a opinião de afonso III. e ai de quem nos chamar medievais. há acusações tão injustas...
Sem imagem de perfil

De Francisco Neves a 07.02.2007 às 12:50

Eu ia votar Sim. Mas se o Conde da Ericeira (o 3º) nunca fez nada para acabar com o aborto clandestino (à época, um problema dos mais prementes), nesse caso voto Não. É que eu costumo passar férias na Ericeira, e interessa-me muito a opinião do conde.
Sem imagem de perfil

De Ivo a 07.02.2007 às 12:54

Jacinto, qual era a opinião do gerador do fundador da universidade sobre a democracia parlamentar? Estive aqui a pensar e, se calhar, a democracia não é a solução para Portugal.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.02.2007 às 13:01

Confesso que esta me apanhou de surpresa. Já estava à espera que o Presidente da República e o Cardeal Patriarca votassem Não. Mas o apoio de Afonso III, a cinco dias do referendo, é capaz de influenciar em muito as intenções de voto. Vamos estar atentos às sondagens.
Sem imagem de perfil

De JCCarvalho a 07.02.2007 às 13:08

Excelente argumento, Jacinto. Todas estas figuras sabiam perfeitamente, e deixaram-no escrito, que Portugal só se transforma da noite para o dia, com a alegria a povoar as ruas, com abundância e boa vizinhança, se o NÃO ganhar.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 07.02.2007 às 13:16

É por causa de gente desta que o não vai perder.
Sem imagem de perfil

De El Ranys a 07.02.2007 às 13:19

Será que tão ilustres figuras também se manifestaram contra o aborto no SNS?

Que patetice pegada...
Sem imagem de perfil

De Luís Magalhães Silva a 07.02.2007 às 13:31

Bettencourt, olha mais ideias para posts:

a solução para Portugal
O que nenhum dos "papalvos" acima referidos compreendeu, é que o progresso de Portugal dependeu, sempre e apenas, da entrada na União Europeia; da resolução do caso Apito Dourado; do ensino do inglês; do investimento nas novas tecnologias; do combate à fraude fiscal; etc, etc, etc!

Força! Toca a escrever mais postas inteligentes.
Sem imagem de perfil

De chiça! a 07.02.2007 às 13:35

fortíssimo candidato a "bonzo de direita" do mês. césar das neves e alberto joão, ponham-se a pau. chegou o bettencourt.
Sem imagem de perfil

De TM a 07.02.2007 às 13:55

O quê?! O conde de Castelo Melhor nunca fez nada pela despanalização do aborto? E só agora é que dizem, porra? Ninguém faz um cartaz com isto? Valha-me Deus, os movimentos do \"não\" andam a dormir.

Comentar post


Pág. 1/2