Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




É pena

por Henrique Burnay, em 08.02.07
Se o Ricardo Araújo Pereira fosse um tipo decente, já que veio à blogosfera comentar o assunto, tinha aproveitado para dizer aos comentadores (não preciso de dar exemplos, pois não?) - e não ao Paulo (é esse o ponto) – que a rábula do provedor nada tinha que ver com o Paulo Mascarenhas. Em vez disso, fez músculo e um texto parvo.
E se fosse corajoso  - coisa que ninguém pode exigir a ninguém – tinha dito quem eram os pequenos poderes que os tentaram intimidar. Em vez disso, insinuou. E terá enviado um sms.
Quem acha que um bom humorista tem que ser um tipo decente ou corajoso é capaz de ter ficado desiludido. Acontece muito a quem tem ilusões sobre a natureza humana ou se fascina com a fama. É pena.

Sobre o assunto principal já disse o que tinha a dizer.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De isa a 08.02.2007 às 12:55

Muito bem Henrique. e olha deixa me que te diga: gabo-vos a paciência, a sério... bjs
Sem imagem de perfil

De JBR a 08.02.2007 às 13:22

Que boçal será este que até sabe onde vive e trabalha o "lacaio". Faltam argumentos? Nesse caso não escreva, para não ofender a inteligência de milhares de "lacaios" que até têm opinião própria. E quando escrever, escreva com nome.
Quanto ao RAP, da forma como mostrou poder de encaixe (ou falta dele) o destino lhe indicará o caminho do destinatário do SMS.
Sem imagem de perfil

De marialva a 08.02.2007 às 14:28

lol
teve graça, sim senhor!
e sim é verdadeiramente infantil!
Sem imagem de perfil

De Che a 08.02.2007 às 14:41

Sr. Dr... Se me permite gostaria de lhe dedicar umas palavras:

Voçê estava tão bem a trolha..
Mandava uns piropos e tal às gajas que passavam...
Porque parece que tudo isto é falta de peso.. :x
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 08.02.2007 às 15:10

O Sr. Henrique, e responder agora ao RAP, não???

Era bonito! Que no início a conversa nem era consigo, mas agora passou a ser.

Alexandra
Sem imagem de perfil

De APC a 08.02.2007 às 17:17

Bolas, voçes embirram mesmo com o homem pá.

Sem imagem de perfil

De Andre mIlitao a 08.02.2007 às 17:40

Olhem, eu acho que nem era necessário o Ricardo escrever no blog. As pessoas têm obrigação de não ser completamente estúpidas e entender as coisas.

Não é honesto exigir a alguém que expresse pontos de vista mais moderados ou mesmo contrários à sua ideologia. A isso chama-se censura e infelizmente, Portugal é perito nessa modalidade (afinal tivemos 50 anos de prática a mais que a maioria).

Vejam só como era estúpido por exemplo se eu me queixasse ao provedor da RTP de que o Marcelo Rebelo estava a defender os seus pontos de vista com os dinheiros públicos e a apelar ao Não no referendo.

Mas houve pessoas que fizeram coisa semelhante em relação aos Gato (não estou a falar do PPM).

Da mesma forma, o PPM não tem o direito, se quiser ser levado a sério, de "esperar que ele faça outro vídeo" a defender opiniões contrárias porque é humorista e, aparentemente para PPM, isso anula o seu estatuto de cidadão.

E se o RAP e os gato fedorento por mérito próprio tem voz na comunicação social, há de ser para expressarem as suas ideias de forma humorística.


E francamente eu não conheço os senhores que escrevem este blog, mas isto raia o absurdo:
"Se o Ricardo Araújo Pereira fosse um tipo decente, já que veio à blogosfera comentar o assunto, tinha aproveitado para dizer aos comentadores (não preciso de dar exemplos, pois não?)"

Aliás, se o RAP quisesse perder tempo com isso poderia muito bem processá-los por difamação, já que ofendem claramente a sua honra sem justificação.
Sem imagem de perfil

De tiago a 08.02.2007 às 17:46

Caríssimos:

Estou cada vez mais parvo com as respostas do 31 da armada. Parece que agora o RAP não é um tipo decente porque não faz comentários nas caixas dos outros. Mas sou só eu a achar que isto não tem cabimento?? Além disso, RAP também não é corajoso, porque não diz quais são os pequenos poderes que o tentaram intimidar. E que, a julgar pela resposta do RAP, conseguiram - é fácil intimidar alguém quando se fazem ameaças à nossa família. Bom, pelo menos ficou provado que não terá sido o PPM a desencadear a rábula do gato. Parabéns, Henrique Burnay, conseguiu o argumento mais esfarrapado que já vi neste blog. E olhe que, a avaliar pelo resto, isso é um feito de monta.

É pena que vos falte coluna vertebral para encaixar as respostas do RAP - que, para além de bastante esclarecedoras (ao contrário das vossas) são muito mais engraçadas. Senão vejamos: PPM alterna entre um paternalismo irritante - quando diz que achou muita piada ao texto do RAP - e uma infantilidade (ou deverei dizer mesquinhez? Parece-me mais mesquinhez. Hummm , se calhar é mesquinhez, mesmo) confrangedora - quando goza dos sms que RAP terá mandado ao Herman . Já para não falar do ego de PPM , que deve ser do tamanho do nome da revista da qual é director (viram? também sei fazer piadas fixes, não é só o 31 da armada). Sim, porque é óbvio que quando falamos de pluralismo democrático ou do contraditório, estamos a citar PPM . Muita importância tem este senhor, para merecer um sketch. Obviamente que as poucas centenas de portugueses que não sabem quem é PPM não achariam tanta graça ao sketch, mas se calhar são pessoas que nem sequer têm nível cultural para achar graça ao gato fedorento. Terá sido esta a lógica de raciocínio de PPM , ao achar que o sketch do gato era dirigido à sua pessoa?

Depois do post no gato, vem o ridículo: "Como nota prévia, agradeço também penhorado a RAP que tenha descido da sua cruz mediática, dignando-se a esclarecer um comum mortal, um mero bloguiador que realmente não está ao nível de estrelas do quilate de um morango com açúcar, de um gato fedorento ou de uma floribela ." Sim, porque a resposta do RAP foi plena de sobranceria e arrogância, algo que nunca veríamos num post do 31 da armada. Como, por exemplo, este post , que constitui um sério aviso a RAP, e que o terá certamente deixado em sentido: "Claro que Ricardo Araújo Pereira pode dizer que não me conhece de lado nenhum, como disse ao 24Horas . Pode, mas estará a faltar à verdade se o repetir em relação ao Rodrigo Moita de Deus, bastando ler os comentários de Zé Diogo Quintela a este poste para o saber." Ou ainda esta demolidora conclusão, plena da humildade característica de um mero bloguiador do 31 da armada: "Se o Ricardo Araújo Pereira fosse um tipo decente, já que veio à blogosfera comentar o assunto, tinha aproveitado para dizer aos comentadores (...) que a rábula do provedor nada tinha que ver com o Paulo
Mascarenhas. Em vez disso, fez músculo e um texto parvo. E se fosse corajoso (...) tinha dito quem eram os pequenos poderes que os tentaram intimidar. Em vez disso, insinuou. E terá enviado um sms ." Viu-se que serviu de muito dizer que a rábula do provedor não tinha nada a ver com o Paulo Mascarenhas.

Quando deixarem de ser uns tristes e quiserem escrever sobre um tema com mais conteúdo que nha nha nha nha , o RAP enviou um sms ao Herman ", avisem. Até lá, aprendam alguma coisinha com o blog do gato fedorento.
Imagem de perfil

De Paulo Pinto Mascarenhas a 08.02.2007 às 22:12

Tiago, não chateie, ok?
Imagem de perfil

De Henrique Burnay a 08.02.2007 às 20:37

http://gatofedorento.blogspot.com/2007_02_04_archive.html#6884389010809119115#6884389010809119115
Porque o que estava em causa era o tom e a forma, e não ser ou não numa caixa de comentários (mea culpa, não me fiz entender), o novo texto de Ricardo Araújo Pereira é bastante mais decente. Quanto às pressões e à coragem, quem diz as coisas como o Ricardo Araújo Pereira disse no anterior post, arrisca-se a comentários como os que fiz. Se não acusa sem provas mas insinua porque é verdade, corre o risco de ser interpretado como muito bem calhar. Dadas as acrescidas explicações, cada um concluirá como entender. Não tendo eu motivos para o imaginar mentiroso, posso acreditar, mas fico contente de saber que afinal não foi por causa da rábula do prof. Marcelo que foi ameaçado, ao contrário do que, evidentemente, parecia (para não dizer fez crer). E, obviamente, repugna-me que seja ameaçado (era desnecessário dizê-lo, mas fica dito). Assunto encerrado, por mim.

A resposta é dada aqui porque me parece razoável acreditar que chega ao destinatário, sem ter de voltar ao tema no blog, onde o assunto já se repetiu ao limite.
Imagem de perfil

De Paulo Pinto Mascarenhas a 08.02.2007 às 22:14

É isso, Henrique, acabou, não vale a pena continuar, sobretudo porque alguma desta gente não o merece, por todos os motivos.

Um abraço.
Sem imagem de perfil

De Ana Coelho a 09.02.2007 às 02:28

Tanto poder de argumentação agora... Ficava bem um pedido de desculpas. Mas a superioridade (?) de certo não o permite...enfim, e andou RAP a perder tempo com isto!
Sem imagem de perfil

De ssadsdaddsdd a 09.02.2007 às 02:29

WAFQfcada
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.02.2007 às 11:48

Foi bonito ver o Sr Henrique a meter o rabinho entre as pernas. Pedir desculpa sim teria sido de Homem, mas isso, como se sabe, não é para todos ;))

Alexandra

Comentar post