Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




É pena

por Henrique Burnay, em 08.02.07
Se o Ricardo Araújo Pereira fosse um tipo decente, já que veio à blogosfera comentar o assunto, tinha aproveitado para dizer aos comentadores (não preciso de dar exemplos, pois não?) - e não ao Paulo (é esse o ponto) – que a rábula do provedor nada tinha que ver com o Paulo Mascarenhas. Em vez disso, fez músculo e um texto parvo.
E se fosse corajoso  - coisa que ninguém pode exigir a ninguém – tinha dito quem eram os pequenos poderes que os tentaram intimidar. Em vez disso, insinuou. E terá enviado um sms.
Quem acha que um bom humorista tem que ser um tipo decente ou corajoso é capaz de ter ficado desiludido. Acontece muito a quem tem ilusões sobre a natureza humana ou se fascina com a fama. É pena.

Sobre o assunto principal já disse o que tinha a dizer.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Diogo a 08.02.2007 às 10:43

Só por terem gozado com o FCP e serem de esquerda? Mas um humorista não pode ter cores? Isto da pluralidade tresanda a censura, já não se pode ser comunista em Portugal?

E eu até sou um gajo de direita e do Sporting e eles gozaram bastante com o Paulo Bento...

Quando uma pessoa não se consegue rir de si mesma, não tem verdadeiro sentido de humor.

A minha fé é que nem o RAP nem o Gato como um colectivo alguma vez cedam ao Pequeno Poder.
Sem imagem de perfil

De Sara a 09.02.2007 às 01:36

Apoiadissimo!! Este circo todo só porque criticaram um lado (pudera!!) é ridiculo. É so uma prova de que as mentalidades neste país pequeno, envelhecido, acomodado e saudosista têm de mudar! E está a mudar, para desgosto de uns e alegria de outros, como eu. O facto de só haver liberdade há 31 anos já deixou de ser desculpa. Para a frente é o caminho!

Comentar post