Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




É pena

por Henrique Burnay, em 08.02.07
Se o Ricardo Araújo Pereira fosse um tipo decente, já que veio à blogosfera comentar o assunto, tinha aproveitado para dizer aos comentadores (não preciso de dar exemplos, pois não?) - e não ao Paulo (é esse o ponto) – que a rábula do provedor nada tinha que ver com o Paulo Mascarenhas. Em vez disso, fez músculo e um texto parvo.
E se fosse corajoso  - coisa que ninguém pode exigir a ninguém – tinha dito quem eram os pequenos poderes que os tentaram intimidar. Em vez disso, insinuou. E terá enviado um sms.
Quem acha que um bom humorista tem que ser um tipo decente ou corajoso é capaz de ter ficado desiludido. Acontece muito a quem tem ilusões sobre a natureza humana ou se fascina com a fama. É pena.

Sobre o assunto principal já disse o que tinha a dizer.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Imagem de perfil

De rjm99 a 08.02.2007 às 11:13

Caro Henrique,
a ser verdade todos os factos relatados por RAP no seu blog, só se pode concluir que PPM nutre um claro complexo de inferioridade em relação ao humorista. Pensei que toda esta polémica tinha começado agora, mas parece que não. Começou já em 2005 quando RAP participou num jantar de um partido político e foi criticado por PPM .
Sobre as críticas de PPM ao sketch do Prof.Marcelo já muito se escreveu e resta concluir que PPM se sentiu atingido por uma crítica, genialmente executada, mas que não o visava. Estar a dar tanto relevo a um sketch humorístico e reconhecer um poder que RAP não tem.
Abraço
Sem imagem de perfil

De ChopSuey a 22.04.2007 às 17:06

Meu Deus... tantas teclas maltratadas por causa disto!

Comentar post