Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




É pena

por Henrique Burnay, em 08.02.07
Se o Ricardo Araújo Pereira fosse um tipo decente, já que veio à blogosfera comentar o assunto, tinha aproveitado para dizer aos comentadores (não preciso de dar exemplos, pois não?) - e não ao Paulo (é esse o ponto) – que a rábula do provedor nada tinha que ver com o Paulo Mascarenhas. Em vez disso, fez músculo e um texto parvo.
E se fosse corajoso  - coisa que ninguém pode exigir a ninguém – tinha dito quem eram os pequenos poderes que os tentaram intimidar. Em vez disso, insinuou. E terá enviado um sms.
Quem acha que um bom humorista tem que ser um tipo decente ou corajoso é capaz de ter ficado desiludido. Acontece muito a quem tem ilusões sobre a natureza humana ou se fascina com a fama. É pena.

Sobre o assunto principal já disse o que tinha a dizer.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Ana Rita a 13.03.2007 às 22:40

A liberdade do RAP é de valorizar. Muitos o criticam mas ele admite que erra, quando erra (poucas as vezes - q se diga de passagem. Afinal ele é um ser humano). Mas toda esta história que o envolve e ao PPM tem partes que desconhecemos. RAP disse em público que recebeu ameaças, algumas das quais de pessoas que se identificavam. Vamos lá ver, o que será liberdade! Eu nunca deixaria que alguém interferisse deste modo com a minha liberdade. Deixar d viver certos momentos por ser ameaçada? Isso nunca! E quem será que ameaçou RAP? mmmmh . Deixem-me cá pensar... Terá sido alguém para mim desconhecido? mmmmh ... Não sei... Vamos todos pensar um bocadinho. Se davam o seu nome. mmmmmmh Mas afinal quem terá sido? Continuo sem saber.
Sem imagem de perfil

De Ana Rita a 13.03.2007 às 22:42

Esqueci-me de dizer que se souberem, por favor avisem-me. Deixem comentário que eu hei-de passar por aqui.

Comentar post