Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




É pena

por Henrique Burnay, em 08.02.07
Se o Ricardo Araújo Pereira fosse um tipo decente, já que veio à blogosfera comentar o assunto, tinha aproveitado para dizer aos comentadores (não preciso de dar exemplos, pois não?) - e não ao Paulo (é esse o ponto) – que a rábula do provedor nada tinha que ver com o Paulo Mascarenhas. Em vez disso, fez músculo e um texto parvo.
E se fosse corajoso  - coisa que ninguém pode exigir a ninguém – tinha dito quem eram os pequenos poderes que os tentaram intimidar. Em vez disso, insinuou. E terá enviado um sms.
Quem acha que um bom humorista tem que ser um tipo decente ou corajoso é capaz de ter ficado desiludido. Acontece muito a quem tem ilusões sobre a natureza humana ou se fascina com a fama. É pena.

Sobre o assunto principal já disse o que tinha a dizer.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Beatriz Araújo a 11.04.2007 às 12:50

"pode sempre dedicar-se à política, visto gostar tanto, mas já vimos que não vai ter propriamente muito sucesso"
Já vimos? Não se deve falar pelos outros, muito menos quando o parecer não é comum. Se ficam tão nervosinhos com estes meninos a fazer um programa de humor na TV, que seria de vós se estes se tornassem políticos?
O que eu já vi é que estes jovens são promissores e cheios de coragem e de criatividade. Ai aquele cartaz, aquele cartaz! :) Um valente viva aos Gato, uma vez que sabem fazer frente a ideias xenófobas e retrógradas, de forma inteligente!
Quem é HB para insinuar que RAP é indecente? Espero que essa falta de bom senso não seja a mesma sem escrúpulos que vive de ameaças à liberdade de expressão e à vida dos poucos humoristas de qualidade neste país ou dos seus familiares. (Vergonhoso!)
Está na moda armarem-se em "Salazarinhos"?

Comentar post