Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Melhor que chatear um espanhol...

por 31, em 12.02.07

 

"Intitulado "A Tomada de Olivença", o filme suscitou reacções indignadas em Espanha. Segundo um utilizador do YouTube, a ficção é mesmo "a única forma" de Portugal reconquistar a cidade. "A ver se nos deixam tranquilos de uma vez por todas, que Olivença é espanhola", desabafa outro. O mal-estar chegou às páginas da imprensa local e o alcaide de Olivença, Ramón Rocha, disse que a acção dos portugueses frente à esquadra da polícia só foi possível porque o edifício está em obras."  (no jornal 24 Horas de ontem)
 
...é chatear dois ou três. Para além de deixar o Alcaide furioso a explicar que a Polícia estava em obras (diz quem lá esteve que não havia obras nenhumas), na caixa de comentários do You Tube,  espanhois furiosos insultam o Vader e a mãe do Vader. Isto sim, é Serviço Público de Blogosfera.  

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Nuno da Costa Ferro a 12.02.2007 às 12:36

Onde é que se compra um fato de Vader na zona de Lisboa? Este carnaval queria-me juntar ao lado negro da força.
Sem imagem de perfil

De Insano a 12.02.2007 às 14:33

Nota: próxima vez treinar pirâmide humana para chegarem à placa.

Excelente!

Abraço,
Imagem de perfil

De Henrique Burnay a 12.02.2007 às 15:04

A notícia completa

24 Horas, 11-02-07


BANDEIRA PORTUGUESAFOI IÇADA EM ESPANHA - PORTUGUESES "RECONQUISTAM" OLIVENÇA

Foi por pouco tempomas uma bandeira nacional voltou a ser desfraldada no castelo de Olivença. A "invasão" foi filmada e circula na Net. Os espanhóis é que não acharampiada nenhuma....

Dois séculos após a ocupação de Olivença por Espanha, a bandeira portuguesa voltou a serdesfraldada no castelo da cidade. A brincadeira foi gravada em vídeo e colocada no"site" YouTube. O filme, com a duração de quatro minutos, terá sido rodado entreos dias 4 e 7 de Janeiro, e mostra dois portugueses, disfarçados de DarthVader, a personagem tenebrosa da "Guerra nas Estrelas", a passearem de noite pelocentro de Olivença.

O trajecto inclui aRua Vasco da Gama, o pelourinho, na Praça da Constituição, junto à esquadra da polícia local, o antigo Palácio dos Duques de Cadaval e a Igreja de SantaMaria, mandada construir no século XVI pelo Bispo de Elvas.

O ponto altopassa-se no interior do Castelo. Uma vez "ludibriadas as força de segurança locais", os "nossos" homens sobem à Porta de São Sebastião - uma das entradas - edesfraldam a bandeira nacional ao som de "Uma Casa Portuguesa", um fado de Amália Rodrigues.

ESPANHÓIS INDIGNADOS

Intitulado "ATomada de Olivença", o filme suscitou reacções indignadas em Espanha. Segundo um utilizador do YouTube, a ficção é mesmo "a única forma" de Portugalreconquistar a cidade. "A ver se nos deixam tranquilos de uma vez por todas, queOlivença é espanhola", desabafa outro.

O mal-estar chegouàs páginas da imprensa local e o alcaide de Olivença, Ramón Rocha, disse que a acção dos portugueses frente à esquadra da polícia só foi possível porque o edifício está em obras. Por outro lado, o acesso ao castelo é livre, uma vezdesviada uma barreira de protecção. O alcaide classifica o episódio "umabrincadeira", e diz nada ter a ver com os movimentos que consideram ilegal a ocupação de Olivença.

PORTUGUESES SATISFEITOS

"Não há motivospara os espanhóis se sentirem ofendidos. Dar um sentido de humor às coisas é umaforma de as desdramatizar. O problema existe, toda a gente sabe, mas nada impedeque se brinque com isso", diz Carlos Luna, do Grupo dos Amigos de Olivença (GAO).

Assegurando que oGAO "nada teve que ver" com a brincadeira, Luna diz que as autoridadesespanholas costumam "reagir muito mal a este tipo de coisas" e lembra a "fortepressão" exercida há dois anos pela Guardia Civil Quanto às motivações, ficamexpressas nos primeiros segundos: "Português que é português, chateia um espanholpelo menos uma vez".

Luís Maneta
"
Sem imagem de perfil

De Anonimo.... a 12.02.2007 às 15:27

Isso isso, deixam lá a Bandeira e tragam o PIB...

Sem imagem de perfil

De P. Lumumba a 12.02.2007 às 16:35

ui, que grandes malucos! Filmar à noite em frente à esquadra da polícia e colocar uma bandeira de Portugal mal pendurada nas torres do Castelo, sem que se veja uma única viva-alma. Digam lá, essa adrenalina, estava a bombar, nao estava?

Qual é a próxima, queimar uma bandeira do PCP às 3 da manha na praia das Mac,as? Mas com cuidado, vejam lá nao vá alguém vos ver!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.02.2007 às 17:18

Ah Valentes!! Hahaha!
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.02.2007 às 23:15

Os espanholitos ficaram ofendidos. Se tivessem "cojones" iam espetar a bandeirola deles em Gibraltar.
Imagem de perfil

De Alexandre Borges a 13.02.2007 às 02:58

Senhor Lumumba,

Segue, abaixo, o seu comment reescrito em Português correcto e devidamente pontuado.

“Ui [sempre maiúscula no início das frases. Lembre-se.], que grandes malucos! Filmar à noite, [vírgula] em frente a uma esquadra [presume-se que não seja a única] da Polícia, e colocar uma bandeira de Portugal, [vírgula] mal pendurada, [vírgula] nas torres do castelo [não requer maiúscula. A menos que se trate do Camilo, por exemplo.], sem que se veja vivalma [Vê? Muito mais simples. Para quê a redundância da “uma única”? E “viva-alma”? Palavra de honra! Onde é que aprendeu a Língua? Em Olivença?]… Digam lá: [dois pontos] essa adrenalina [sem vírgula. Nunca se separa o sujeito do predicado. Repita comigo: nunca se separa o sujeito do predicado. Nunca se separa o sujeito do predicado.] estava a bombar [admitamos o neologismo. Dá sempre um ar jovem], não [olha a acentuação…] estava?

Qual será [futuro] a próxima? [ponto de interrogação. É uma pergunta, não é?] Queimar uma bandeira do PCP, [vírgula] às 3 da manhã, [vírgula] na praia da Maçãs (onde é a das Mac,as? Marrocos? Também lá podemos ir pôr uma bandeira.] ? Mas com cuidado: [dois pontos ou reticências ou ponto de exclamação. Jamais uma vírgula.] vejam lá, não vá estar alguém a ver-vos! [uma opção possível. Ficaria mais correcto com: “não vá dar-se o caso de estar alguém…”, mas ainda estamos na primeira lição. Vamos devagar.]”

Logo que recoloque o comentário num idioma que todos os leitores possam compreender, teremos todo o gosto em responder-lhe.

Obrigado.
Sem imagem de perfil

De P. Lumumba a 13.02.2007 às 08:05

fico à espera da sua correcc,ao do "Evangelho Segundo Jesus Cristo". Mas também fico satisfeito se simplesmente aplicar estes critérios consequentemente e corrigir todos os dias as caixas de comentários. Vejo que os costumes por aqui sao semelhantes, já o Paulo Pinto Mascarenhas quando nao tinha resposta também comec,ava a tentar responder com gramática e correcc,ao ortográfica.

P.S: deixei alguns erros para que nao se aborrec,a enquanto estiver a ler o comentário.

Comentar post