Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Acredita?

por Henrique Burnay, em 03.09.09

As teorias da conspiração e da explicação multiplicam-se. À vontade. A escolha é múltipla. O probelma é que Sócrates depende do que os eleitores pensam que o PM é capaz. Veremos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De João Pedro Castro a 04.09.2009 às 00:17

Caríssimos,
No maior respeito pelas vossas opiniões, quero afirmar que acho patético relacionar o PS com a ordem da administração da Prisa em Espanha de suspender a emissão do Jornal Nacional da TVI. Da mesma forma que para se imputar um acto criminoso ao seu presumível autor necessitamos de um motivo, o móbil do crime, também neste caso cabe perguntar que benefícios retiraria o PS da suspensão do Jornal Nacional e, principalmente, o porquê de correr um risco tão elevado, o de perder rotundamente as eleições.

Portanto, caros Vaders, cabe-vos, mais do que achar que foi Sócrates o autor moral da ordem de suspensão do Jornal Nacional, encontrar razões coerentes para que o PS quisesse intencionalmente correr um risco tão elevado.

Lanço o repto e proponho já a seguinte hipótese. Manuela Moura Guedes afirmou hoje que tinha uma reportagem pronta com dados novos sobre o caso Freeport. A manobra do PS visou impedir a divulgação dessa reportagem. Será que isto "cola"? Será que com isto o PS impediria a MMG de divulgar essa peça de outra forma?

Enfim...

Cumprimentos,
João Pedro Castro

Sem imagem de perfil

De Gabriella Monferrato a 04.09.2009 às 08:57

O nosso Primeiro Ministro está agora a aprender às suas próprias custas que não se deve comentar, dizer bem ou dizer mal de programas informativos, de jornalistas ou de estações de televisão. Mas não porque Sócrates esteja neste momento a constatar que afirmações do género coloquem constrangimentos à liberdade de expressão e à democracia! Isso é informação de outro nível, do tipo transcendente, quando comparada com a verdade que se impõe hoje aos olhos do engenheiro mais famoso do país. Porque agora, que se pôs cobro ao jornal de sexta-feira à noite da TVI, os líderes da oposição e outros comentadores políticos bramem radiantemente as declarações socráticas sobre o dito programa para levantarem a suspeita da ingerência do poder político no campo dos media.
A situação é mesmo melindrosa porque mesmo que nada tenha a ver com o assunto ninguém se esquece do que disse sobre o telejornal da nossa Manuela em pleno debate quinzenal no Parlamento e no discurso final no Congresso do PS. Quem lhe mandou criar um monstro? Não sabe que ele acaba por nos vir cobrar explicações?

Comentar post