Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Ingratos

por Pedro Marques Lopes, em 19.02.07

Continuo a não compreender a tão baixa votação na irmã Lúcia para melhor português de sempre. O meu espanto aumentou quando li esta importante informação.

De facto, somos um povo de ingratos: os “céus” resolvem mandar uma das suas mais importantes figuras ter umas conversas com uns pastorinhos portugueses, numa das poucas entrevistas com entidades do além de que há registo e os portugueses desprezam este acontecimento.

Depois deste despautério não acredito que estas divinas entidades voltem a entrar em contacto com portugueses.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Nuno Gouveia a 19.02.2007 às 14:42

Será o PML o CAA do 31 da Armada?
Sem imagem de perfil

De André de Soure Dores a 19.02.2007 às 15:17

Concordo com o Pedro Marques Lopes, que ingratidão! Cá se fazem cá se pagam, vamos ter problemas com a esfera celeste... (amiga Cardona não se preocupe não é consigo). Mas que ingratidão! Ele há coisas que não têm mesmo uma explicação! Mas há que saber lidar com o irracional, mesmo que ele seja em duplicado ou triplicado.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 20.02.2007 às 01:47

Caro Rodrigo Moita de Deus
Ainda não tinha percebido o que fazia num blogue como o 31, um padiola apatetado de raiz jacobina como o Pedro Marques Lopes. Ocorreu-me hoje, após 2 postes miseráveis e as felicitações dessa lambisgóia de letra minúscula. Faz figura de bobo. Uma triste figura de bobo.

explicação desnecessária: escrevi bobo e não bóbó (que é outra forma de dizer "alfinete de peito"), pelo que este comentário nada tem que ver com o CAA, embora trate de jacobinos.
Imagem de perfil

De Pedro Marques Lopes a 20.02.2007 às 12:36

Caro Anónimo,
Uma grande beijo do bobo que não tem medo de assinar o que escreve.

P.S. o meu disfarce carnavalesco é o da Lola Montes que era tudo menos uma lambisgóia.

Pedro
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 21.02.2007 às 22:41

Exmo Senhor Marques Lopes
Está dispensado de me oscular, sobretudo vestido de Lola Montes.
Quanto ao Post Scriptum (continua a arrepiar-me escrever PS) registo com agrado a evolução. Em outros tempos, pelo Entrudo, os jacobinos quando se revelavam, vestiam-se de freira. Vestir-se de Lola Montes é, sem dúvida, um passo em frente.
Sem imagem de perfil

De f. a 22.02.2007 às 00:49

pedro, independentemente da dimensão da letra, a minha admiração, garanto-te, é maiúscula -- e com tendência a aumentar. aliás, há poucas coisas que eu admire mais que o sentido de humor. e o panache. e tens a rodos dos dois, mais uma belíssima dose de boa educação -- o que dá jeito para manter o nível, coisa que infelizmente não está ao alcance de muita gente, anónimos e não anónimos.
viva lola montes, já agora. olé (em homenagem à rititi, pués)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 22.02.2007 às 22:55

Excelentíssima Senhora Câncio
Independentemente do tamanho da letra, e tendo em consideração os textos que publica no DN, não me parece que seja a pessoa mais indicada para aferir da educação alheia (anónima ou identificada).
Quanto ao mais, nada mais.

Comentar post