Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




oportunidades perdidas

por Rui Castro, em 23.02.07

De acordo com o barómetro feito pela Marktest para o DN e para a TSF, o Governo socialista e o Primeiro Ministro atingem os mais elevados níveis de popularidade desde que iniciaram funções há 2 anos. Apesar da capitalização que o PS fez com a vitória no referendo, não deixo de ficar surpreendido com tamanha bonomia por parte do eleitorado. A verdade é que o desemprego acaba de atingir a taxa mais alta dos últimos 10 anos, o crescimento económico continua a crescer muito abaixo da média europeia, o défice permanece acima dos valores impostos por Bruxelas, os índices de confiança são reduzidos, a justiça não existe, a saúde continua sem rumo, a reforma da educação não há forma de avançar, etc. Tenho para mim que a popularidade (aparentemente) inexplicável do Governo tem, afinal, uma razão: a inexistência de oposição.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Micas a 23.02.2007 às 11:28

"Tenho para mim que a popularidade (aparentemente) inexplicável do Governo tem, afinal, uma razão: a inexistência de oposição"

Sim, mas não só: propaganda, MUITA, propaganda.

Comentar post