Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




A Aura Miguel do jugular

por Rodrigo Moita de Deus, em 16.12.09

Amanhã Isabel Moreira vai tentar escrever um post sem falar sobre a Igreja Católica.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Imagem de perfil

De Réspublica a 16.12.2009 às 16:01

A Dr.ª tem cá um recalcamente contra a Igreja, que até mete medo... espanta-me (ou talvez não) que se fassa um texto em que se defende a liberdade do Papa decidir esta matéria, para se dizer que os católicos deveriam repensar a sua fé que sabe abandonando a Igreja, que sabe para criar o seu fim.
Quão errados estão essas mentes de esquerda, a Igreja é Eterna e não tem que ceder a modas  e tempos.
Mas coloca-se as seguintes questões:
1. Tem o Papa autoridade sobre tal questão?
Sim tem, até é a única pessoa que pode criar regras sobre esse problema, já que se trata de uma matéria de fé e costumes, onde o Papa é infalível, pelo que os Católicos (os verdadeiros) se devem limitar a obedecer.
2. É uma questão religiosamente relevante?
Sim, o casamento não é um mero acto irreflectido ou de espectáculo, as pessoas quando casam religiosamente fazem um acto de fé, logo deve ser imposto um conjunto de regras sobre a sua realização, até porque a Igreja apenas tem controlo sobre os Católicos, não sobre os membros de outras religiões.
3. Há consequências do casamento entre católicos e não católicos?
Sim, tal situação pode gerar a declaração de nulidade do Casamento pelo Tribunal Eclesiástico, pois as pessoas devem fazer a sua profissão de fé no casamento, enquanto católicos.
Sem imagem de perfil

De Marta a 16.12.2009 às 20:31


oh respublica, para quem tanto fala, ao menos convém falar bem: escreve-se faça e não fassa, sabia? idem aspas. clique no verificar ortografia antes de publicar essa argumentação magnífica.
Sem imagem de perfil

De Maria da Fonte a 17.12.2009 às 04:26

Caro Rés

O seu comentário, pressupõe que o aprendizado do establishment reinante sabe qual é a diferença entre Casamento e Matrimónio.

Não sabem!

Se nem sequer sabiam, a quem se aplica a designação de Jacobino. ..

Mas desta vez, os pseudo-ateus bem pensantes, irão estar ocupados com o Tremor de Terra ao Largo de Sagres.

Vai vêr, que as Veias Jornalísticas de Alto Débito, até farão reportagens, post, etc, sobre o que não aconteceu há duas horas, mas aconteceu em 1755.

Talvez até refiram o Hospital Real de Todos Os Santos, e o seu trágico destino, sem sequer perceber que tudo começou há milénios, com a guerra entre Judá e Israel.

DIES IRAE !

Maria da Fonte
Sem imagem de perfil

De fernando antolin a 16.12.2009 às 16:12

Oh meus amigos, a Isabel Moreira quando muito é uma aprendiz da Palmira Silva,também jugularista !!! Aquilo é que é dedicação à causa !!
Sem imagem de perfil

De Ega a 16.12.2009 às 19:27

Eu não percebo nada disto, mas pelo logotipo do «Jugular» fico com uma vaga ideia de que aquilo é tudo da mesma seita sâtanica.

Ou então, pela cor, o lençol de alguma dessas senhoras mal dispostas com o mundo, num dos seus dias dificeis.

Vou começar a seguir o Jugular com mais atenção. Talvez chegue a alguma (positiva) conclusão.
Sem imagem de perfil

De M.Coelho a 16.12.2009 às 21:33

Que cambada de cretinos !!!....
Sem imagem de perfil

De Ega a 16.12.2009 às 22:43

Diverte-me sempre irritar os «politicamnete correctos».
Os «modernaços», escravizados pelo «bem-pensatismo».

Não há nada como dizer o que nos apetece, sem medo de parecermos antiquados. Ou irreverentes. Ou contra a maré.
Sem imagem de perfil

De fcl a 17.12.2009 às 11:01

É bem verdade isso, ó Ega! Sobretudo na caixa de comentários dum blog e escondidinho por detrás do anonimato. Mais q irreverência e libertação do er..."bem-pensatismo", requere sublime coragem.

Cumps
Sem imagem de perfil

De Ega a 17.12.2009 às 20:39

Exctamente. Com uma boa cachimbada e os meus cumprimentos, Sr...?



P.S Se calhar, como eu, não confunde a critica e a ironia com a javardice e os ataques aviltantes e pessoais. 

Comentar post