Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Meu Caro Vitor:
Sem querer ficar com a ultima palavra, muito me congratulo por a tua família manter a fidelidade aos produtos da PT. São de facto muito bons serviços, mas talvez um pouco caros. Eu tenho em minha casa os mesmos serviços gastando provavelmente menos 30% do que aquilo que pagas. Quanto a tua sogra, recordo te apenas que a TV Cabo e o maior concentrador de queixas na DECO e Instituto do Consumidor.
Mas, tentando encontrar pontos de convergência, nem tudo foi mau nesta OPA:
1.       De facto, a PT sai muito mais forte, nos próximos anos ninguém se atreverá a OPA-la tal a robustez do núcleo duro de accionistas. Assim, teremos uma PT portuguesa, pelo menos na próxima década.
2.       O facto da resolução da OPA ter demorado mais de uma ano, permitiu à PT defender-se. Neste ano assistimos a uma redução de custos na PT que de facto tornaram a empresa mais robusta e com menos gordura e a valer mais do que há um ano atrás. Há ainda um caminho a percorrer, mas a direcção é clara. Empresas mais competitivas que criam mais riqueza, é do interesse do País
3.       A Telefónica revelou-se um parceiro traidor e indesejável que convêm agora hostilizar, quer em Portugal, quer no Brasil.
4.       Para o bem do País, a PT já confirmou a sua intenção de separar as redes de cabo e cobre. Em beneficio do consumidor, isso traduzir-se-á em mais inovação tecnológica a menores preços. Hoje já temos o triple play no cabo (TV+Internet+Voz) e fala-se em quadruple play (TV+Internet+Voz fixa+ Móvel).
5.       A OPA permitiu que a ADConcorrencia, a Anacom e o Pais em geral,  tenham hoje um conhecimento profundo da PT, abusos de posição dominante como os que aconteceram no passado, parecem mais difíceis. Isso aumenta a concorrência o que remete para o ponto 4.
6.       Também eu tinha receio de uma PT pertencendo ao grupo Sonae. Misturar o maior operador de retalho (Continente) com o maior operador de centros comerciais (SonaeSierra), com o maior operador de telecomunicações (PT) teria consequências potencialmente perniciosas e perigosas.
7.       A fusão iria reduzir o numero de operadores da rede móvel, reduzindo a concorrência e que nos remete novamente para a conclusão do ponto 4. Num cenário pós OPA é bastante provável que haja um aumento de concorrência nesta área, pelo nascimento desejável de operadores móveis virtuais (MVNO).
8.       Por ultimo, quanto ao agora Dr. Vara, todos nós sabemos que a sua nomeação para a CGD nada teve a ver com o seu CV, mas antes com a sua fidelidade partidária. Assim sendo, o Dr Vara, não fez aquilo que era melhor para a CGD, mas aquilo que o Governo lhe disse para fazer.
9.       Qt ao Estado poder querer sair da PT, ao contrário de ti, acho que esta era uma oportunidade única para o fazer, pois tinha um candidato que se propunha faze-lo sem grandes descontinuidades.
10.    Continuo espantado com a falta de reacção do PSD do Dr. Marques Mendes e do CDS do Dr. Ribeiro e Castro. Não viram? Não perceberam? Não têm opinião?
E aqui termino, um forte abraço
PS 3 vivas para a Naide Gomes!!!

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De isa a 04.03.2007 às 20:22

isso é que é! à Naide!
Imagem de perfil

De Vítor Cunha a 04.03.2007 às 20:53

Manuel, a minha sogra ainda não tem tv por cabo. E duvido que venha a ter. Quanto ao resto, com uma bocadinho mais de discussão até chegaríamos a acordo total.

abraço

vc
Sem imagem de perfil

De Insano a 04.03.2007 às 21:53

Abuso de posição tipo... ou fazem como nós mandámos ou não há sport tv para ninguém... (TVTEL) e já foi depois da OPA... a suposta...
Sem imagem de perfil

De LPM a 05.03.2007 às 14:36

Caro Vitor Cunha - Até parece que ninguém sabe que é a PT que lhe paga o ordenado. A si e ao Líbano Monteiro. Grande isenção.
Estão de parabéns. Conseguiram mais uma vez.

Luís Martins
Imagem de perfil

De Vítor Cunha a 06.03.2007 às 16:04

Senhor martins: obrigado pelas felicitações pelo bom trabalho desenvolvido.
vc

Comentar post