Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Cara. Vergonha na cara.

por Nuno Pombo, em 09.02.10

Sou institucionalista. Mesmo quando não me agradam os titulares dos diversos órgãos do Estado, sou forçado a respeitar o peso do que representam. É assim com o Presidente da república, por exemplo. E tem sido assim com vários primeiro-ministros. Mas é forçoso reconhecer que há limites para tudo. Já não estamos a falar de gostos. Eu não gosto do Sr. Pinto de Sousa mas abomino o Eng. Sócrates. A criatura tem um poder magnético e atrai tudo o que de pior pode dizer-se de um político. O PS não merece tamanha pequenez e muito menos o país. Durante algum tempo, poder-se-ia pedir ao primeiro-ministro que tivesse vergonha na cara. Agora, resta saber se a temos nós.   

Autoria e outros dados (tags, etc)