Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




ainda a propósito da igualdade de géneros

por Rodrigo Moita de Deus, em 10.03.07
Uma mulher tem que roborizar quando ouve um piropo. Tem que ficar ofendida quando é olhada. Não pode gostar muito de homens. Não pode gostar muito na cama. Na nossa conservadora cultura: mulher sem melindre, não é senhora. É gaja.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De P. Lumumba a 11.03.2007 às 00:07

Nao sendo mulher, nao deixo no entanto de ficar pasmado a olhar para esta troglodice. Já alguma vez imaginou o inferno pelo qual uma mulher passa sempre que ouve um piropo e vira-se para dar de caras, com... bem, consigo...

sim, lamento dar esta triste notícia, mas infelizmente nao sao factores sociais os que impedem as mulheres de agradecerem as suas apreciacoes casuais...

às vezes até que acerta bem nuns posts, estou a ver que com o outro sexo a coisa fica mais difícil...
Sem imagem de perfil

De althalus a 11.03.2007 às 01:21

"Roborizar"? Não será "ruborizar"? ou é "ruburizar"? ou ainda "roburizar"? um chupa chupa a quem me responder a esta dúvida...eu aposto na primeira...
O RAP bem tinha razão quando dizia que "contorço o torso a rir do torço..."
Sem imagem de perfil

De althalus a 11.03.2007 às 04:16

Ó Rodrigo, mas tu não tens um corrector ortográfico no computador?
Já deste duas gralhas desde que abri este blog, já te comentei mordazmente o sucedido (ou será acontecido?) aqui mesmo, e, mesmo assim, tu teimas em postar...
haja pachorra...
Sem imagem de perfil

De miúda a 11.03.2007 às 05:00

tem de ser senhora, n pode ser só menina? E gaja? Gaja? miúda vá.
Sem imagem de perfil

De Movimento de Apoio ao Rodrigo a 11.03.2007 às 10:48

O Rodrigo fica nervoso quando escreve sobre mulheres, e sobre o Paulo Portas também. então do Zeca Afonso nem se fala...
Sem imagem de perfil

De Paula a 11.03.2007 às 12:09

Na nossa conservadora cultura? Minha não é com certeza. Gaja não tem a conotação negativa nem tão pouco é um termo menor para 'mulher', 'senhora' ou 'miuda'. No Porto, carago, gaja é gaja. Nem mais nem menos.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 12.03.2007 às 11:44

Ele há criaturas que nunca mais aprende o modo como tem DE se escrever um texto. Logo, este mini texto não tem 2 gralhas, mas sim 3.

Para além de reaccionário, pedante e umbiguista, RMD também é ignorante?

Comentar post