Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




um sistema, várias siglas

por Rodrigo Moita de Deus, em 29.11.13

 

Quando vi esta fotografia pensei que tinha sido engano de tipografia. Toda a gente sabe que é GOE e não COE. O Grupo de Operações Especiais é que faz intervenções nestes casos. Mas pelos vistos não tinha razão. Ele há um COE. É da GNR. O COE da GNR é o GOE da PSP. Fazem exatamente a mesma coisa. Mas um é GOE e o outro é COE. Não procurei mas deve haver outro grupo/comando de operações especiais. No SEF. Deve chamar-se DOE. E outro na ASAE. Com o nome FOE.

O que distingue o COE do GOE? O que justifica a existência de um GOE e um COE? A mesma coisa que continua a justificar a existência de uma GNR e de uma PSP separadas. Ou seja: ninguém sabe muito bem.

Ou o país começa a pensar em racionalizar recursos ou rapidamente deixaremos de ter siglas disponíveis.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Gilberto a 29.11.2013 às 18:40

"Toda a gente sabe que é GOE e não COE" :( "Toda a gente..." fale por si.
O COE faz serviço na área da GNR e o GOE na área da PSP, não deve ser muito difícil de entender. Quanto à ASAE, PJ, etc. uma vez que não têm uma área especifica (trabalham em todo o território nacional), quando necessitam de uma força especial, pedem à GNR ou à PSP, se estiverem na área da PSP, pedem à Policia, se estiverem na área da GNR, pedem à Guarda. Espero que o autor tenha ficado esclarecido :)

Comentar post