Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Os limites da nossa paixão europeia

por Rodrigo Moita de Deus, em 07.12.06

(portugal, terra de gente hospitaleira)

Concordo com o Nuno Sá Lourenço. O tratamento dado à comitiva do Parlamento foi inacreditável. Dois ex-ministros que se recusam falar, salas no parlamento fechadas e uma reunião com Luís Amado num espaço tão pequeno que alguns eurodeputados tiveram que sair.

Mas serve de atenuante o facto desta ter sido provavelmente a primeira visita de uma delegação europeia sem ser para dar dinheiro. Era só mais o que faltava! Se eles se habituam a estas coisas qualquer dia estão a perguntar o que fizemos com os fundos comunitários.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)