Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Viagem ao maravilhoso país do futebol

por Rodrigo Moita de Deus, em 08.12.06

Conta Carolina Salgado que Ricardo Bexiga era suspeito de ser o delator do caso apito dourado. "Há que limpá-lo. Para servir de exemplo" terá dito o presidente do porto. "com as suas ligações ao submundo, o Jorge (Pinto da Costa) sabia quem é que deveria contratar para bater no Vereador Socialista". "O serviço custava 10000 euros, dinheiro que me entregou em notas (...) fizeram-lhe uma espera no parque da Alfândega e deram-lhe uma forte coça".

O exemplo terá servido de pouco. No dia seguinte Pinto da Costa e Carolina Salgado foram ao escritório de Lourenço Pinto. O advogado contou-lhes "oh minha querida! ele ficou a falar". Carolina justifcou-se "Mas eles partiram-no todo".

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De abc a 08.12.2006 às 21:27

A Ordem dos Advogados não terá nada a dizer a propósito das palavras do ilustre causídico?

Comentar post