Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Nem todas as celebrações são boas

por Henrique Burnay, em 11.12.06


Sobre a morte de Pinochet já disse o que penso e o que queria dizer. E fui claro. Mas sobre as manifestações há mais alguma coisa a dizer. O João Pedro partilha o entusiasmo da festa. Compreendo-o, mas sugiro cautela. Ontem, por exemplo, no meio da manifestação, lá estavam bandeiras e T-shirts de Che Guevara. Não duvido da genuinidade nem nego o direito a celebrar, mas essa coisa de comemorar “a morte de um assassino” vestindo a T-shirt de outro não me entusiasma.  Esses equívocos são tão perigosos como os outros.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Big Carvalho a 11.12.2006 às 23:13

...e contra o comunismo PINOCHET marchar, marchar!
Sem imagem de perfil

De Boa Memória a 11.12.2006 às 23:43

Comparar o Pinochet ao Che Guevara não lembra ao diabo, porventura, nem mesmo ao celebrado "historiador" que chamou democrata ao Salazar.
Ele há cada um...!!!
Sem imagem de perfil

De António Lopes a 12.12.2006 às 02:02

Sinto uma enorme empatia com estes jovens que festejam a morte de Augusto Pinochet, ostentando a mítica imagem do Ernesto nas democráticas panças. Também faço questão de festejar a morte de Fidel, efusivamente, ostentando um "Montecristo Churchil "na boca e uma garrafa de "Havana Club Oro 12" na mão.

Comentar post