Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




a falta de jeito em versão bloco central

por Rodrigo Moita de Deus, em 03.02.18

um bom negocio.jpg

19 de Janeiro de 2018 - O PSD apresenta e anuncia um projeto de resolução para que o Estado compre o quadro "A Anunciação" de Álvaro Pires de Évora. Foi um belo serviço do PSD. A obra ia a leilão. O PSD tinha acabado de lhe aumentar o preço. A base de licitação estava em 200 mil euros.

1 de Fevereiro de 2018 - Pedro Dias, um catedrático de história de arte e perito do Estado, avalia o quadro, aos microfones da TSF, em pouco menos de 50 mil euros. Umas horas mais tarde o Estado compra o quadro. Custou-nos 349 mil euros. O vendedor agradece. Resta saber se a nossa nova aquisição vai ficar naquela ala do MNAA que está aberta ao público ou naquela outra que está encerrada por falta de vigilantes. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Perfil Facebook

De Júlio Freire de Andrade a 03.02.2018 às 21:58

O artigo parece defender duas ideias: 1) De que o PSD não devia defender a aquisição do quadro, porque essa defesa terá feito disparar o preço pedido; 2) De que o Estado não deveria adquirir o quadro já que a quantia paga foi muito superior ao valor da avaliação feita por um perito. Se realmente se pretendia defender estas ideias, não posso concordar. Teria sido melhor que o PSD tivesse pedido para que não se licitasse o quadro? Ou que ficasse calado? Duvido que os vendedores ou o leiloeiro aumentasse o preço por causa da proposta do PSD. Lembre-se que o valor de 349 mil euros inclui os 25% de comissão do leiloeiro. Sobre a outra questão, não devo nem posso discutir o real valor do quadro com um perito e ainda por cima catedrático, mas lembro que estas avaliações têm uma margem de erro muito grande e dependem de alguma subjectividade.

Comentar post