Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




a legalidade

por Rodrigo Moita de Deus, em 09.10.17

Gosto do argumento da legalidade para discutir temas como a independência e a autodeterminação. Gosto ainda mais quando são portugueses a invocar a coisa para falar da catalunha. Toda a gente sabe que, por exemplo, a restauração em 1640, foi feita no mais escrupuloso respeito pela legalidade.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De AB a 09.10.2017 às 15:38

E no sábio entender do articulista para que servem um Estado e uma Constituição?
E, por exemplo, como é que se aplica o princípio da autodeterminação a povos nómadas? É tudo deles?

Sem pretender que as fronteiras permaneçam imutáveis, a minha opinião sobre a Catalunha é que está a ser palco de algo sinistro. Não é pela farsa de referendo que consigo perceber a vontade de quem lá vive. Aquilo que me parece é uma franja radical a falar em nome de todos - creio que é a definição de demagogia?
Sem imagem de perfil

De Jorge Marques de Tocqueville a 09.10.2017 às 20:21

Em 1640 vigorava um regime constitucional? Ou isso ou o paralelo é fraquinho.
A constituição da Catalunha é a constituição de Espanha porque a Catalunha a elaborou e aprovou? Ou isso ou a memória que chega distorcida a 1640 passa falseada em 1978.
Será o legalismo a medida de todas as coisas? Tanto não o é como menos o será o circunstancialismo independentista que não enterrou marcos de uma caminhada gradual que não tem, não teve uma maioria inequívoca no referendo ilegal de 2014 que apenas conseguiu apelar à participação de 36,5% e não consegue sequer ser maioritária na Generalitat de Catalunya.
Em suma, põe-se em causa qualquer visão legalista mas pretendendo impor a vontade daqueles que nem a maioria arregimentam, muito bom!
A democracia tem muitos vão de escada e alçapões mas não serão os limpadores de teias de aranha a melhorá-la.
Nas ex-colónias deu-se a auto-determinação espontânea em prejuízo de todos os que não lutaram pelas armas, nem referendo nem suporte legalista e o resultado foi o despotismo, a colónia catalã já é déspota antes de sequer ser maior de idade.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.10.2017 às 21:51

a coisa mais inacreditável que se escuta por ai é observar os partidários do independentismo Catalão afirmarem, alto e bom som, que Portugal deve a sua independência aos Catalães...´são mesmo atrofiados, que os Catalães digam que salvaram muitas vidas de espanhóis em solo português aproxima-se mais da verdade histórica do que a história de que Portugal deve a sua independência aos Catalães...é tipo, a das invasões napoleonicas em Portugal que os atrasados mentais afirmam categóricamente que senão fossem os ingleses...coitados...mas alguma vez os ingleses tinham a arte e o engenho de construir um estrutura defensiva como a Linha de Torres Vedras!!!??? Portugal deve a sua independencia ao Catalães!!!??? que parvoice...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.10.2017 às 21:54

os Mossos são o Free Catalunha Army...os Jihadismo Europeu ( apoiado pela RTP e companhia ) já manifestou que está pronto a se juntar à causa da Catalunha...a Causa da Democracia na Catalunha!!! e as primaveras arabes aqui tão perto...
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 09.10.2017 às 22:11

mudança de planos dos Daesh, regresso imediato dos Jihadistas Europeus na Siria para a Peninsula Ibérica...todos para a Catalunha e em força, ajudar los Mossos... ajudar al-Mossos contra el fascistas espanhois...a RTP vai liderar a Jihad contra los fascistas espanhois...
.
Sem imagem de perfil

De pvnam a 09.10.2017 às 22:03

Sequazes de Hernán Cortés não têm emenda; um exemplo: o nazi Rajoy.
.
Nazi não é ser alto e louro, blá, blá... mas sim, a busca de pretextos com o objectivo de negar o Direito à Sobrevivência de outros.
Os nazis (hitlerianos e outros) não suportam a existência de outros.
O problema do senhor (nazi) Rajoy é não suportar a existência de outros...
.
.
É A LUTA PELA LIBERDADE QUE ESTÁ EM CAUSA!!!
-» É preciso dizer não aos nazis que não suportam a existência de outros; leia-se: separatismo-50-50..
.
Explicando melhor:
---»»» Todos Diferentes, Todos Iguais... ou seja, todas as Identidades Autóctones devem possuir o Direito de ter o SEU espaço no planeta -» inclusive as de rendimento demográfico mais baixo, inclusive as economicamente menos rentáveis.
-» Os 'globalization-lovers', UE-lovers e afins, que fiquem na sua... desde que respeitem os Direitos dos outros... e vice-versa.
-»»» blog http://separatismo--50--50.blogspot.com/.
.
.
Nota 1: Os Separatistas-50-50 não são fundamentalistas: leia-se, para os separatistas-50-50 devem ser considerados nativos todas as pessoas que valorizam mais a sua condição 'nativo', do que a sua condição 'globalization-lover'.
.
Nota 2: É preciso dizer NÃO à democracia-hitleriana; isto é, ou seja, é preciso dizer não àqueles que pretendem democraticamente determinar o Direito (ou não) à Sobrevivência de outros.
.
.
.
Existe uma ameaça global: mercenários ao serviço da alta finança (capital global) trabalham para a eliminação de fronteiras: a alta finança ambiciona terraplanar as Identidades, dividir/dissolver as Nações para reinar...
.
---»»» É necessário um activismo global: mobilizar resistentes autóctones de todo o planeta - sejam de Direita ou de Esquerda - para o Direito à Sobrevivência da sua Identidade; leia-se SEPARATISMO-50-50.
[manifesto em divulgação, ajuda a divulgar]
.
.
.
É um problema global -» mercenários (ao serviço da alta finança), aspirantes (a donos-disto-tudo) e penduras (lambe-botas) estão impregnados de hitlerianismo: não suportam a existência de outros!
.
.
Os MERCENÁRIOS gostam de evocar (como se tal fosse o único valor importante existente no planeta) que o SEPARATISMO vai trazer problemas económicos.
Na sua cegueira anti-Trump (tocou no tema-tabu -» fronteiras), os mercenários chegaram ao ponto de andar a evocar a imigração para a América... quer dizer, ao mesmo tempo que eles andam por aí a acusar povos de deixarem 'pegada ecológica' no planeta, em simultâneo, os mercenários revelam um COMPLETO DESPREZO pelo holocausto massivo cometido sobre povos nativos na América do Norte, na América do Sul, na Austrália, que (apesar de serem economicamente pouco rentáveis) tiveram o «desplante»... de quererem ter o seu espaço no planeta, de quererem sobreviver pacatamente no planeta, de quererem prosperar ao seu ritmo.
.
.
ASPIRANTES: pessoal dotado de uma elevada taxa demográfica... ambiciona/aspira ser dono-disto-tudo.
.
.
PENDURAS: na Europa existem muitas comunidades nativas penduras -» não trabalham para a sustentabilidade da sociedade (média de 2.1 filhos por mulher)... penduram-se na boa produção demográfica de outros!
[e mais, os penduras ao mesmo tempo que são contra a repressão dos Direitos das mulheres, em simultâneo, são uns lambe-botas da boa produção demográfica daqueles que tratam as mulheres como 'úteros ambulantes' - exemplo: islâmicos]
{Os penduras são uns lambe-botas dos aspirantes a donos-disto-tudo e da alta finança}
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 11.10.2017 às 10:00

Ó 31 porque recuar 377 anos e não 437?
Filipe II estava em terceiro lugar na linha de sucessão ao trono.
Dona Catarina de Bragança estava em segundo lugar.
Muitos fidalgos portugueses foram subornados pelo rei Filipe II
Apenas Dom António, Prior do Crato, aclamado Regedor e Defensor do Reino pelo povo, se opôs e combateu as tropas espanholas
Portanto 1640 vem restaurar a soberania portuguesa.
A comparação que faz é completamente ilegítima
Sem imagem de perfil

De maria costa a 12.10.2017 às 16:28

Em 1580 aclamamos Felipe e em 1640 demitimos o neto -tudo dentro da lei então vigente!
Sem imagem de perfil

De maria costa a 12.10.2017 às 16:27

Caro «31»:
Em 1640 vigoravam os foros, pelos quais os portugueses (e espanhóis) podiam demitir o chefe de estado -foi o que aconteceu.
O rei era alçado aclamado e podia ser demitido, por incompetência e má figura.

Os foros eram jurados pelo rei, antes da aclamação formal, em cortes.
Os foros estavam acima do rei -eram uma pré-constituição
Foros vem de um palavra germânica para liberdade. Cf com frei e free

Comentar post