Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




com amigos assim

por Rodrigo Moita de Deus, em 25.02.17

O que mais me impressiona nesta coisa das offshores? Não é o populismo, não é a demagogia, nem sequer o facilistismo. É que ninguém tenha tido a coragem de defender as empresas portuguesas. Nem o governo, nem os partidos, nem as confederações patronais. Ninguém. Entre as empresas portuguesas que investem no estrangeiro e as autoridades tributárias dos outros países...preferiram defender os segundos.  

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Rão Arques a 25.02.2017 às 22:20

Agora, comunicação social, jornalistas, comentadores, blogues e redes sociais, pensem, mas quero antecipar-me, que Passos Coelho não deixará de assumir uma posição a este propósito. Na qualidade de chefe do governo a que Paulo Nuncio pertenceu não deverá deixar de politicamente se solidarizar com ele, e em consequência comunicar ao seu partido a decisão de pedir a cessação de funções que ali exerce. Mas atenção, outro tipo de responsabilidades se as houver serão apuradas em fórum próprio, mas nesse patamar não se deitem foguetes porque pode acontecer que á cautela alguém já esteja a pôr as barbas de molho.
Sem imagem de perfil

De Algarve a 26.02.2017 às 18:01

Acha que o Passos Coelho está incomodado com a gatunagem?Ele é que é o chefe ,foi ele que deu as indicações,ele não é doutor também?Se é doutor ou engenheiro é gatuno de certeza absoluta!Os gajos que vão investigar são doutores(gatunos) dos partidos.Voçe é novo na politica não é??
Sem imagem de perfil

De Rão Arques a 26.02.2017 às 18:19

Se não sabe ler nem escrever aprenda. Você deve ser velho analfabeto estrutural ou funcional, além de fóssil irrecuperável da política.
Sem imagem de perfil

De A.Lopes a 27.02.2017 às 17:57

Este algarve é a maior besta que aqui aparece. Não lhe ligue! É um pateta, avençado pelo 44 e pelo indiano, com o apoio do cata-vento!
Sem imagem de perfil

De Rão Arques a 27.02.2017 às 20:35

Não tinha tomado consciência de tal mentecapto andar a pastar por aí.

Comentar post