Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




mais ou menos sobre o paternalismo e a liberdade

por Rodrigo Moita de Deus, em 15.12.17

Esquerda chumba proposta do CDS sobre duodécimos para subsídios de férias e Natal

Ah! Temos que proteger a classe trabalhadora de si própria. Coitadita.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Jorge Marques de Tocqueville a 15.12.2017 às 22:20

Temos de proteger os ricos dos malefícios do dinheiro.
Temos de proteger os virtuosos dos malefícios da soberba.
Temos de proteger os crentes dos malefícios da epifania.

De tanto nos protegerem fazem-nos esquecer de que poderíamos um dia optar, mas isso seria sacrilégio.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.12.2017 às 12:41

Ná.

Temos é de proteger os trabalhadores das tentativas de pela calada "diluírem" o seu salário.

Por exemplo na minha empresa o patrão aproveitou a confusão lançada pelo Passos do brutal aumento de impostos e diluição dos subsídios, em que ninguém sabia exatamente o que estava a ganhar, para BAIXAR O ORDENADO SEM DIZER NADA A NINGUÉM.

Só descobrimos um ano depois quando começámos a acertar com as contas.

Sem imagem de perfil

De Anónimo a 16.12.2017 às 20:50

Dava jeito descobrir o recibo de ordenado antes de ter descoberto o resto. Tinha demorado um duodécimo do tempo e tinha conseguido imediata reposição.

É esta a nata ignorante que vota.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 18.12.2017 às 16:50

Com essa conversa da treta você deve ser menino do CDS não ?

Nem um gestor percebe facilmente o nosso recibo de ordenado, propositadamente complicado, e mesmo depois de descoberto o roubo do vosso gang empresarial não só não recebemos devolução nenhuma como continuam a fazer o mesmo. A única diferença é que agora sabemos que estamos a ser roubados.
Sem imagem de perfil

De Jorge Marques de Tocqueville a 18.12.2017 às 18:02

Não ter capacidade de ler o recibo de ordenado mas achar que se tem capacidade de formar opinião: eis a o proletariado.

Eu não sou CDS e o vocês que usa para se referir ao autor de um comentário, do qual pouca ou nada pode inferir e menos ainda concluir como conclui, é ignorante como todo o seu comentário e o anterior. Dá para suspeitar com tanta arremetida de ignorância que o autor não passe de um idiota em bicos de pés.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 19.12.2017 às 03:29

Típico.

Atira as culpas para cima das vítimas dos roubos empresariais para desculpar os empresários ladrões e ainda insulta por cima.

Você recebe uma percentagem do roubo ?

Você pode pode não ser betinho do CDS ou da universidade de verão do PSD.

Mas que parece parece.
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 26.12.2017 às 00:32

O que é típico é a pesporrência destes indivíduos, os mesmos que se debruçam sobre o proletariado e mamam centenas de milhares à custa da teta do Estado. Não é, ó deus da moita?
Perfil Facebook

De Carlos Costa a 29.12.2017 às 16:31

um ano depois?! burros...
Sem imagem de perfil

De RP a 16.12.2017 às 14:15

Não gosto mesmo nada de ser subsidiado para trabalhar.
Acabem com isso e paguem-me os meus 12 salários a que tenho direito, e por um valor justo.
Sem imagem de perfil

De RP a 16.12.2017 às 14:31

Continuando...
A minha entidade empregadora tem guardado bem os meus duodécimos e tem-me entregue de 6 em 6 meses, mas prefiro receber todos os meses. Eu também sei guardar e se me apetecer até posso esbanjar.
Certo?

Comentar post