Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




o preço da geringonça e do resultado das autárquicas

por Rodrigo Moita de Deus, em 24.11.17

Quase que não reparava. Dia 13 de Novembro foi assinado o acordo para a Cooperação Estruturada Permanente na área da defesa. Um acordo entre 23 países da União Europeia que tem como objetivo começar a formar um bloco de defesa europeu. Pela primeira vez desde que entrou na CEE, Portugal não apareceu numa reunião com esta importância e não foi um dos fundadores da iniciativa. Para não chatear o PCP e o Bloco. Afinal as autarquicas doeram muito a muita gente.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Jorge Marques de Tocqueville a 24.11.2017 às 21:37

Entendo que dá a entender uma visão espartilhada da realidade. Concretizo:
- Portugal esteve presente na reunião preparatória, não assinou a notificação
- A Irlanda (esse paraíso do comunismo) também não assinou
- Não existiu uma única força política em Portugal a contrariar a decisão de não participar
- A decisão de não participar não foi fundamentada por entendimento contrário e teve um "para já" complementar
- O que motiva o apoio à não participação é bem diferente entre o PCP+BE e os restantes partidos e Governo (claro que o PAN é um quisto a aguardar extracção e não conta, nem sei o que eles acham que pensam)
- Grave seria ter decidido participar sem que esse ponto tivesse sido parte de uma agenda política conhecida ou alvo de debate público

O manhoso que é PM e a sua turba têm muito por onde pegar e não é necessário inventar assunto como o faz.
Sem imagem de perfil

De Diana a 24.11.2017 às 22:27

Olá!!!

Tens Facebook e queres dar a conhecer o teu blogue a mais pessoas? E claro, conhecer outros espaços? Então, adere:

https://www.facebook.com/groups/126383254703861/

Beijinhos, A Vida De Diana. (http://avidadediana.blogspot.pt)
Sem imagem de perfil

De Anónimo a 28.11.2017 às 07:44

Ainda dizem que o Costa não dá nada a ninguém.
Os alunos da escola do Largo do Rato não se queixam.
200 €, viagens e bucha para lerem uma pergunta na festa xuxialista de Aveiro é um "trabalho" bem pago.
Mostra bem a generosidade do senhor segundo-ministro com o dinheiro dos contribuintes

Comentar post