Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




quando não medimos bem o que estamos a dizer

por Rodrigo Moita de Deus, em 28.11.16

Os socialistas acusam os partidos de direita, sobretudo o PSD, de terem causado dificuldades na capitalização da CGD. João Galamba pede contenção: Que não sejam partidos "que não olham a meios para atingir os fins".

A culpa da coisa ter corrido mal é dos críticos. Não concordar com as opções do governo é antipatriótico. Dizê-lo publicamente é arranjar "dificuldades". O sistema precisa de estabilidade e tal. Porque só o governo defende o interesse público. O governo é bom. Todos os outros são maus. Onde é que eu já ouvi isto?

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De nuno valente a 28.11.2016 às 23:05

A culpa é do emplastro.
O biltre até foi ao DR fazer decretos, falou com os cagadinhos e prometeu-lhes umas broinhas para o Natal e para o resto do ano, assim à moda antiga.
Ia-se para um banco qualquer, inclusive o BdP, e ao fim de 4 anos ia-se com uma reforma milionária, à custa dos depositantes e clientes.
Todos faliam, só os domingues é que saiam com o dele multiplicado, compensações, prémios de produtividade, quanto maior era o buraco maior era o prémio.
Depois o governo roubava os contribuintes para saciar a gula daquela gente.
Reparem como eles sorriem.
O único cabeçudo que não ri é o da esquerda.
Pelos vistos ainda não percebeu onde está metido

Comentar post