Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Tancos: em que conclusão vota?

por Carlos Nunes Lopes, em 23.09.17

IMG_20170923_081709.jpg

Um relatório secreto sobre a pilhagem de Tancos, produzido das secretas militares e desclassificado esta manhã pelo Expresso, para além de apontar o dedo à sua tutela, aponta para conclusões e pistas muito objetivas e concretas sobre o sucedido. Objetivamente, o furto pode ter sido orquestrado por máfias diversas, da Córsega aos Balcãs, ou por senhores da Guerra. Ou por jihadistas. Ou não. Diz que também pode ter sido uma empresa do norte.

Concretamente, pode ter existido roubo ou não ter existido roubo de todo. Em concreto, o leitor tem no relatório dez opções de escolha múltipla, conforme quadro anexo. Vote na sua favorita e apenas numa opção, para não colocar em causa a objetividade do relatório.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Manolo Heredia a 23.09.2017 às 20:49

Como é que deram por falta do material? Estavam a fazer inventário físico?
Quem assinou o último inventário físico? Já lá estavam esses materiais? em que dia foi feita a contagem?

Tudo coisas que os senhores jornalistas de investigação deviam saber. E se calhar sabem! mas estão caladinhos que nem ratos! pois a intenção é só a de deitar fogo no circo…

Foi esta a ideia que o Sr. Ministro quis transmitir quando duvidou que tivesse havido furto.

Comentar post