Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Trump: a hora

por Augusto Moita de Deus, em 25.01.17

Já não é a primeira vez que oiço jornalistas ou comentadores afirmar que Donald Trump deve ter estado a noite toda acordado, pois mandou tweets madrugada fora. Se esteve, qual a relevância disso? Mas: esteve mesmo? Será que não se pode programar o envio de um tweet para a hora que se quiser? Será que ele não tem assessores que podem twittar por ele à hora que ele mandar?

 

Parece-me óbvio que Trump já percebeu há muito tempo que ao mandar tweets no período em que os americanos estão a dormir, a mensagem dele é a primeira que eles todos irão ler ao acordar.

Autoria e outros dados (tags, etc)


comentários

Sem imagem de perfil

De Manuel Oliveira a 29.01.2017 às 01:06

O próprio Trump disse (e bem) que o jornalismo está morto. Essa cambada de propagandistas de extrema-esquerda não merece qualquer crédito. As televisões (excepção feita à Fox News), os jornais, a rádio, são hoje meras caixas de ressonância dos mantras esquerdistas-islamistas. A extrema-esquerda, que nunca conseguiu chegar ao poder pela via democrática (veja-se o actual governo português, fruto de uma golpada) está a tentar criar o caos, usando os idiotas úteis, os ignaros cabecinhas de alfinete metidos a social justice warriors.

Comentar post