Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cumplicidades

por Henrique Burnay, em 13.12.06
Detenções para interrogatório em directo, magistardos-estrela, advogados-fonte-próxima- não-identificada, peças processuais à solta, liberdade e direito de informar confundidos com tudo e mais alguma coisa que seja publicável, prisões preventivas que ficam por explicar, fugas bem percebidas, directos à porta de cadeias, sondagens aos familiares dos arguidos, magistrados que dão palpites sobre uns processos e outros que fazem de comentadores na Tv, edição de livros seguido de spin pelo MP, prisões e libertações que nunca perceberemos se são justas, injustas ou outra coisa qualquer. Quando a Justiça se transforma em circo, há pouca coisa para aplaudir. Rir nem sempre é bom.


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.





subscrever feeds