Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Desafios do desenvolvimento

por Manuel Castelo-Branco, em 12.01.08

Condenado das FP insulta Sócrates

As FP 25 de Abril foram uma organização terrorista, responsável pelo assasinato de 17 pessoas entre membros das forças de segurança, funcionários publicos, empresários e um bebe de meses.

O País foi demasiado generoso para com os terroristas: perdou quem nunca se arrependeu. 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De David Silva a 12.01.2008 às 11:47

Então, esse terrorista, além de amnistiado, voltou às lides políticas? O PS está AINDA pior do que eu pensava...

Quanto às FP, aconteceu o mesmo que aos "inspectores" da PIDE... porque nós somos um povo de brandos costumes.
Sem imagem de perfil

De Karlos Marques a 12.01.2008 às 15:42

"porque nós somos um povo de brandos costumes."

concordo plenamente, caso contrário os "socias democratas" que saltaram da administração Marcelista para o PPD/PSD também teriam sido "convidados" a abandonar o país ou a ver por algum tempo o mundo ás riscas e aos quadradinhos...

realmente somos um povo de brandos costumes e de memória curta.

Abril.
Sem imagem de perfil

De António de Almeida a 12.01.2008 às 11:52

-E quem os amnistiou ainda os convida para eventos sobre desenvolvimento.
Sem imagem de perfil

De luikki a 12.01.2008 às 14:33

o "condenado" insultou o falso engenheiro? não me parece! dizer a verdade, nunca pode ser insulto...
já agora: por que não aproveitam para "chicotear" quem permitiu a monstruosa fuga dos 170 pides de uma cadeia de "alta segurança"?????
Imagem de perfil

De blogdaping a 12.01.2008 às 17:06

E os democratas ? ??? Que eram da assembleia nacional fascista ANP ( Ainda Não Presta ) que foram fundar um partido social democrata... digam lá quem eram se, se lembram ..... E o pirata sou eu .....!!!
Sem imagem de perfil

De Pedro Sá a 14.01.2008 às 09:37

Não haja dúvidas. Mouta Liz é decididamente inimputável.
Sem imagem de perfil

De Ricardo Viegas a 15.01.2008 às 09:45

Os FP foram terroristas, a PIDE era um orgão do governo, seguiam ordens (embora a maioria tivesse gosto no que fazia) mas para termos liberdade e estabilidade foi logo negociado, entre outras coisas, o exilio do chefe do governo.

Comparar perdoar um grupo de terroristas com uma policia do governo (embora fascista) é algo despropositado.

Os meus pais tiveram problemas com a PIDE, e sabem que apontar dedos aos ex-PIDE seria repetir o que lhes havia sido feito pelos vizinhos e amigos delatores da PIDE.

Para os FP e outras organizações terroristas Portugal devia de instituir a prisão perpétua.

Comentar post