Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Um nojo de mundo

por Sofia Bragança Buchholz, em 29.04.08
Chego a casa ao fim do dia e, num movimento automático, ligo a televisão.
Desde o pai que manteve a filha em cativeiro numa cave durante 24 anos, passando pelo atentado em Gaza que vitimou uma mulher e quatro crianças, da rede de trabalho escravo para Espanha, da falta de segurança nas esquadras (e não só), até ao novo e violentíssimo jogo de computador que retrata o submundo do crime… as notícias seguem-se, umas atrás das outras, num desfilar assustador e enojante de desgraças.


comentários

Imagem de perfil

De Sofia Bragança Buchholz a 29.04.2008 às 15:58

Frederico,

O jogo está cheio de raptos, de violações hediondas, de crimes violentíssimos… e os miúdos (porque apesar de ser para maiores de 18 anos vão ver na mesma) a verem aquilo e a divertirem-se à brava. Quantas mais gargantas cortarem, melhor! Quanto mais gente estriparem, mais ganham! Deve ser para se irem habituando ao mundo real…

Comentar post