Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




uma questão de carácter

por Rui Castro, em 28.08.08

A comparação que Louçã faz entre os crimes que têm vindo a ser praticados por esse país fora e os lucros que os bancos obtém no exercício da sua actividade é pouco mais que nojenta, bem reveladora da desonestidade intelectual do líder do Bloco de Esquerda.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De al kantara a 28.08.2008 às 19:15

Pois é. Comparar um banqueiro que se aproveita da sua situação para se enriquecer com salários astronómicos e prémios de gestão sobre lucros inventados (que depois têm de ser abatidos, afinal, como prejuízos), ou que comete ligeiras irregularidades no financiamento de aumentos de capital (que nos USA seriam premiadas com 25 anos de cadeia por manipulação de mercado), enfim comparar um impoluto e honesto banqueiro que faz pela vidinha com essa corja que anda a assaltar bancos e bombas de gasolina com caçadeiras de canos serrados é, de facto, muito desonesto intelectualmente...

Comentar post