Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Matosinhos em grande

por Sofia Bragança Buchholz, em 31.08.08

Estima-se que o espectáculo de ontem do Joaquín Cortés na marginal de Matosinhos tenha custado 160 mil euros à autarquia. Sim, trinta e dois mil contos em moeda antiga. E foi “um dos espectáculos mais caros, mas não o mais caro” que ocorreu naquela cidade, diz o vereador da Cultura da Câmara Municipal, Fernando Rocha.

Defendo, obviamente, que a cultura é importante para valorizar (e atrair pessoas) para as cidades, mas será que nos podemos dar ao luxo de pagar artistas mundialmente conhecidos como Joaquín Cortés e Vanessa da Mata que fizeram parte das animações de Verão deste ano? Fica a interrogação para reflectirmos sobre ela.
Entretanto, resta-nos, pelo menos, o consolo que o dinheiro foi gasto em cultura e não em rotundas.


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De pedro vieira a 01.09.2008 às 00:25

o que é sensacional é perceber que o vereador da cultura de matosinhos se chama fernando rocha. sintomático.

Comentar post