Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




perguntar não ofende

por Rodrigo Moita de Deus, em 03.09.08

Os ditos 40 mil professores que ficaram no desemprego, são mesmo professores ou são licenciados que queriam dar aulas?


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De fernando alves a 05.09.2008 às 16:30

Muitos desses 40.000 andaram a trabalhar a centenas de km fora de casa, com horários incompletos a ganhar entre 240 e 540 euros por mês, em prol de um sonho e, se quiser uma visão menos egoísta, a garantir que nenhum aluno ficava sem aulas só porque o horário disponível na escola era de 6 ou 12h semanais.

Tem filhos? Se tiver, muito provavelmente eles tiveram professores assim e você nem sabe. E se quer a melhor qualidade de ensino para eles, pense: um professor que ganha 540 euros, que trabalha a 200 km de casa, e cujo salário não lhe chega para pagar o T1 que alugou na sua terra natal, o quarto que se viu obrigado a alugar na terra onde dá aulas, a gasolina que gasta para poder ir ver os pais e a namorada aos fins de semana, mais luz, água e gás (vezes 2), telemovel e internet para poder pesquisar material para dar aulas, estará motivado para ensinar as 2 turmas que lhe foram atríbuidas com 40 alunos?

Não está! Mas não desiste. Pelo seu sonho e por esses alunos (que poderiam ser o seu filho).

E depois, se não for colocado no concurso seguinte e fizer parte desses 40.000, é acusado de não ser professor.

Estou a falar de mim, meu caro Rodrigo Moita de Deus!

Fique bem! E não fale do que não sabe, ok?
Sem imagem de perfil

De quatro_tempos a 05.09.2008 às 16:33

A Carris , precisa de Guarda - Freios .... !!

Comentar post