Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




CDS

por Rui Castro, em 10.09.08

" (...) Também por isto o CDS não anda com a Constituição às costas! Cumpre-a integralmente, isso sim! O direito que emana num contrato-social-democrático e livre tem para nós o valor supremo e incondicional. Mas por isso mesmo, porque é o contrato-social originário e fundamental, a Constituição tem de ser assumida em consciência por todos os portugueses neste sentido. Que para nós essa consciência é uma consciência preocupada e crítica, que procurará aliás influir activamente no sentido de uma interpretação anti-restritiva e antidogmática da Constituição.
Queríamos desta maneira contribuir para desafogar o nosso horizonte colectivo, para evitar a sufocação ideologista ou o afunilamento metodológico da vida democrática portuguesa e da nossa História moderna, para possibilitar a final redefinição de um projecto político maioritário e concreto, para alargar a possibilidade de acção política e de iniciativa e enriquecimento económico nacionais. Queremos aproximar-nos mais do sentido da História num espaço político e economicamente liberto, como o europeu, e num tempo que, como o do espírito de Helsínquia, será também o do Livre-cambismo ideológico e do intercâmbio ilimitado entre todos os homens.
Não podíamos, aliás, partilhar a ilusão de que um qualquer absolutismo constitucional, tão tentacular como um polvo, resolvesse, por si só, os problemas políticos e económicos fundamentais. É que, diria para terminar, também em política, a salvação não virá só pela palavra, mesmo que seja a da Constituição. A salvação só chegará pelas obras...
Tenho dito.
Aplausos da CDS e protestos do PS e do PCP, bem como de alguns Deputados constituintes.
O Sr. Cunha Simões (CDS): - Marxistas complexados!

(4 de Abril 1977, Diário da Assembleia da República n.º 95, p. 3109 a 3213)"

Francisco Lucas Pires


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Sem imagem de perfil

De Valupi a 10.09.2008 às 17:21

Muito bem lembrado. E sapiente remissão para a sapientíssima Epístola de S. Tiago.
Imagem de perfil

De Rui Castro a 10.09.2008 às 17:26

Não me esqueci que tenho um texto em dívida. Falta é a inspiração.
Abraço
Sem imagem de perfil

De Valupi a 10.09.2008 às 18:21

Verdade. E seria uma honra poder publicá-lo. Mas também senti como indelicado estar a insistir. Já sabes que a casa está à disposição - mas sem qualquer stress.

Abraço
Sem imagem de perfil

De Pedro Sá a 11.09.2008 às 09:46

Este há-de ter sido certamente dos piores discursos de Lucas Pires, de tão vazio e oco...

Comentar post