Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




e quem não salta é socialista, olé olé

por Rodrigo Moita de Deus, em 17.09.08

 

Tenho um barco carregado de café pronto para sair da Costa do Marfim. Ainda o barco não estava carregado e já vendi o café. Ainda o barco não saiu do porto e o comprador do comprador já o vendeu outra vez. Como as perspectivas de mercado são boas o comprador do comprador do comprador vende o café ao preço a que ele estará quando o barco chegar ao destino. Como as perspectivas são mesmo boas o comprador do comprador do comprador do comprador vende a opção de compra do café ao preço a que a mercadoria estará quando o barco chegar ao destino.  Cinco transacções. Cinco mais valias. E a viagem ainda está no princípio. Cada transacção, cada mais valia. E quando o café que veio da costa do marfim chegar ao restaurante do senhor albano tem um custo muitíssimo superior ao seu valor real. Porquê? Porque a procura que deu origem à subida dos preços é artificial. Ou seja, nem o café é raro nem há assim tanta gente a bebe-lo. É claro que podemos considerar isto normal. É o mercado a funcionar. Talvez. Mas um dia que o senhor Albano tentar vender o café a um euro eu deixo de beber café. Nesse dia o senhor Albano fecha a porta por causa das toneladas de café compradas a preços doidos que guardou na salinha do fundo.

 

É claro que este poste é um pequeno exercício. Quase infantil. E eu não sou um especialista nestas coisas. Um exagero de um exagerado. Não levem a sério, por favor. Ah! É verdade! Eu já vos disse que a cotação do café triplicou desde que começou a crise do subprime?


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Imagem de perfil

De Henrique Burnay a 17.09.2008 às 11:05

"E quando o café que veio da costa do marfim chegar ao restaurante do senhor albano tem um custo muitíssimo superior ao seu valor real. "
Rodrigo, o que é o "Valor real" do café?
Imagem de perfil

De Miguel Noronha a 17.09.2008 às 11:27

Rodrigo,

1. se achas que o preço do café está artificialmente inflacionado tens uma excelente oportunidade de negócio. Podes tentar colocar o café nos países consumidores a um preço mais baixo. Não só lixas os malvados especuladores como ainda podes ter um lucro considerável.

2. Sobre o preço das commodities tenta ler o que escreve um sr chamado Jeffrey Frankel.
Imagem de perfil

De Rodrigo Moita de Deus a 18.09.2008 às 00:33

Ler? Santo Deus! O horror. Eu só gosto da minha bica de manhã. Que lixem os bancos isso é lá convosco. Mas quem se mete com a minha bica leva.
Imagem de perfil

De Rodrigo Moita de Deus a 18.09.2008 às 00:32

Queres o conceito marxista ou liberal?
Imagem de perfil

De Henrique Burnay a 18.09.2008 às 01:02

"E quando o café que veio da costa do marfim chegar ao restaurante do senhor albano tem um custo muitíssimo superior ao seu valor real." Quero este, que é o teu.
Sem imagem de perfil

De VHT a 17.09.2008 às 11:46

E é ainda pior quando o barco vai ao fundo depois de todas essas transacções.
Sem imagem de perfil

De PR a 17.09.2008 às 11:55

E se o barco for ao fundo?
Sem imagem de perfil

De Rui Araújo a 17.09.2008 às 12:04

O preço dispara porque ha menos oferta..... Depois especulam que o barco continha xpto percentagem da produção mundial........ just joking or not ;-)
Sem imagem de perfil

De Ze de Fare a 17.09.2008 às 12:21

Isso é um convite à nacionalização do café? Existem mais países produtores de café sem ser a costa do marfim!
Imagem de perfil

De António de Almeida a 17.09.2008 às 14:52

-Não me diga que defende a fixação do preço do café, e a nacionalização do restaurante do sr Albano...
Sem imagem de perfil

De <luis a 18.09.2008 às 08:51

Que giro. Os malvados especuladores vão comprar o café, caro, para vender ainda mais caro. Malandros!
E tudo isto acontece porque por algum estranho mecanismo aparentemente há sempre alguém disposto a pagar um pouco mais. Ai ai ai os especuladores, que sabem como induzir subidas de preços. Deviam levar tau-tau.

Comentar post