Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Canal memória: Acho que esta não vem nos livros

por Rodrigo Moita de Deus, em 08.10.08

"O Rodrigo está entusiasmadíssimo com a crise dos mercados financeiros. Mais um bocadinho e declara a falência do capitalismo. E no post seguinte ainda anuncia que aquilo na América é como cá, os amigalhaços salvaram os amigalhaços, os outros que se lixem, vai-se a ver foi a Opus e a Maçonaria. Rodrigo, normalmente os livros sobre economia de mercado, capitalismo, e essas excentricidades, costumam ter uns capítulos sobre a crise e as falências."

Henrique Burnay, 16 de Setembro

 


lavagem de mãos e outras medidas profiláticas

Imagem de perfil

De Henrique Burnay a 09.10.2008 às 09:18

Acho que tens de ler mais uns livros. Incluindo uns que ainda se vão escrever sobre esta crise. Se achas que isto prova a falência dos mercados não regulados, mostra-me onde estavam os mercados não regulados. Conheces actividade mais regulada do que a banca (é que não estamos a falar apenas da banca de investimento)? Conheço poucas. Ainda achas que a falência destes bancos torna irrelevantes os lucros que deram a quem aconselharam? Já tropeçaste nos factos que fazem duvidar da mera ineficiência do mercado? E já descobriste o "valor real" do café? O fim da preferência pelo modelo capitalista, pela economia de mercado e pela menor intervenção do Estado na Economia ainda não são universais (é curioso, mas mesmo quem defenda esta intervenção não precisa de concluir, de imediato, que o melhor é passar a ter mais Estado na economia, sempre e em toda a parte). E, para terminar, já concluíste que era melhor ter tido bancos públicos em vez de bancos privados? A sério? Para além do custo económico (ou lucro, presumo que presumes), já fizeste as contas aos outros custos?

Comentar post